Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Adriano faz acordo com Corinthians e vai receber R$ 1 mi

Jogador cobrava cerca de 50 milhões de reais referentes ao fim do seu vínculo

Por Da Redação 1 jun 2012, 15h27

Na petição inicial do processo trabalhista, Adriano cobrou o pagamento de cerca de 50 milhões de reais do Corinthians

O Corinthians confirmou nesta sexta-feira que fechou um acordo com Adriano e encerrou a briga judicial com o atacante. O jogador cobrava cerca de 50 milhões de reais referentes ao fim do seu vínculo com o clube, que se encerraria em junho, mas aceitou receber pouco mais de 1 milhão de reais, em compromisso firmado entre as duas partes durante audiência realizada na 89ª Vara do Trabalho da Barra Funda, em São Paulo.

O departamento jurídico do Corinthians preferiu não divulgar os valores exatos, mas revelou que a quantia será paga em seis parcelas e garantiu que o novo compromisso entre as partes foi amigável. Em março, o clube anunciou que o atleta foi demitido por justa causa, pela falta de profissionalismo do atacante, que faltou a vários treinos e sessões de fisioterapia no CT Joaquim Grava. O Corinthians anunciou que Adriano poderá receber o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), ao invés de ficar apenas com os 150.000 reais depositados referentes à demissão por justa causa. Na petição inicial do processo trabalhista, Adriano cobrou o pagamento de cerca de 50 milhões de reais, incluindo uma indenização por danos morais. O salário que Adriano recebia do Corinthians estava em dia, mas havia uma briga por causa da cobrança de valores referentes a direitos de imagem. Com o novo acordo, Adriano está liberado para se tornar atleta do Flamengo. Na última quarta-feira, o jogador anunciou que iniciaria, na segunda, os trabalhos de fisioterapia no CT do clube carioca. Ele se recupera de uma cirurgia no pé esquerdo. Leia também: Fígado de Adriano preocupa médico do Flamengo Adriano reconhece: não consegue parar na primeira cerveja

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade