Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Abel elogia atuação do Boca e minimiza peso de derrota

Por AE

Rio – O técnico Abel Braga admitiu, na última quarta-feira à noite, que o Boca Juniors mereceu a vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, no Engenhão. O resultado frustrou o time carioca, que esperava seguir com 100% de aproveitamento na Copa Libertadores e assim ficar muito próximo de garantir a condição de melhor time da primeira fase da competição.

O treinador, porém, minimizou o peso que o revés teve para a sua equipe e ressaltou que os argentinos triunfaram ao mostrar a mesma eficiência exibida pelo próprio Fluminense no jogo de ida da primeira fase, em Buenos Aires, onde os donos da casa caíram por 2 a 1 diante dos brasileiros.

“O Boca hoje (quarta) foi exatamente o que o Fluminense foi em La Bombonera. Esse jogo está muito fácil de analisar, você vê quantos contra-ataques nós tivemos em La Bombonera, muito poucas chances, e as que tivemos nós aproveitamos. Se você analisar o sofrimento que tivemos para vencer na Argentina, o Boca teve aqui hoje, jogando sempre com dez, nove e às vezes 11 jogadores atrás da linha da bola”, disse Abel, admitindo que o seu time foi neutralizado pela marcação do adversário.

“Nos 90 minutos, nós tivemos um contra-ataque. O Boca marcou muito bem e qualquer resultado era normal. O Boca ganhou de forma merecida, praticamente nós não tivemos chances de gol”, lamentou o comandante, lembrando que a derrota poderia ter sido bem mais impactante se o Fluminense não tivesse garantido por antecipação a sua vaga nas oitavas de final da Libertadores.

“Perdemos quando podíamos perder, o time está classificado e vamos fazer de tudo para manter a liderança do grupo. Não temos que lamentar nada”, analisou o treinador do Fluminense, que voltará a campo pela Libertadores na próxima quarta-feira, quando enfrentará o Arsenal, na Argentina. No mesmo dia, o Boca receberá o Zamora, em Buenos Aires, ainda com chance de encerrar o Grupo 4 na liderança. Vice-líder, o time argentino tem dez pontos, contra 12 da equipe carioca.