Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Walter Mercado: o pavão do telemarketing

Astrólogo morreu no sábado 2, aos 87 anos, de falência renal, em San Juan, Porto Rico

O astrólogo porto-riquenho Walter Mercado era figurinha carimbada no Brasil dos anos 90. Com capas e anéis que iam de encontro a qualquer regra do bom gosto (e do bom-senso), ele anunciava seu serviço de previsões da sorte por telefone. O bordão “Ligue djá”, proferido num inusitado portunhol, completaria a figura folclórica dessa espécie de Liberace do telemarketing. Mercado apareceu num esquete do humorístico Sai de Baixo, em imitação perfeita do ator Miguel Falabella — e virou até nome de banda. Mas Walter Mercado Salinas era levado mais a sério em sua Porto Rico natal. Nascido em 1932, ele começou como ator de TV. Certa vez, durante um programa, Mercado foi chamado para cobrir a ausência de um convidado. Aproveitou o espaço para fazer previsões astrológicas. Deu certo: ficaria no ar por cinco décadas. Sua glória máxima foi ganhar uma exposição no Museu da História de Miami, com um busto em tamanho natural.

Uma briga com o ex-empresário, em 2010, o obrigou a mudar de nome. Mercado passou a se chamar Shanti Ananda. A última aparição dele na TV brasileira ocorreu há três anos, no programa de Gugu Liberato. Na ocasião, declarou-se “assexuado”. “Não creio em sexo na cama, mas em compatibilidade mental”, disse ele — que, mesmo involuntariamente, virou ídolo da comunidade gay latina. Havia tempo que a saúde de Mercado não ia bem: em 2012, problemas cardíacos o fizeram “ver a morte e voltar à vida”. Morreu no sábado 2, aos 87 anos, de falência renal, em San Juan, Porto Rico.

Publicado em VEJA de 13 de novembro de 2019, edição nº 2660