Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Visitas a Emílio Santiago continuam proibidas

Cantor teve acidente vascular cerebral (AVC) e foi internado nesta quinta no Rio

O quadro clínico de Emílio Santiago, de 66 anos, ainda inspira cuidados, de acordo com boletim médico divulgado nesta sexta-feira pelo Hospital Samaritano, onde o cantor foi internado nesta quinta-feira, em Botafogo, zona sul do Rio, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico — quando não há hemorragia. As visitas ao músico, que está no centro de terapia intensiva da instituição, seguem proibidas.

“Emílio Vitalino Santiago, 66 anos, permanece internado no Hospital Samaritano. O paciente chegou ao hospital ontem (07.03.2013), com um quadro de AVC isquêmico”, diz o boletim médico, assinado por Márcio Ananias. Não há previsão de alta.

O cantor estava sozinho em casa, no Flamengo, quando começou a se sentir mal. O cantor foi ajudado pela empregada, que chamou uma ambulância. Ele chegou ao hospital às 8 horas e recebeu a medicação alteplase, indicada para tratar AVC isquêmico até quatro horas e meia depois do início dos sintomas. Se o paciente recebe o remédio nos primeiros noventa minutos após o início do AVC, a chance de ele se recuperar sem sequelas é de 90%, informa a presidente da Rede Brasil AVC, Sheila Martins.

Emílio Santiago começou sua carreira nos anos 1970, e lançou seu primeiro disco, que levava o seu nome, em 1975. No entanto, ele só começou a fazer sucesso em 1988, quando lançou Aquarela Brasileira, projeto de sete volumes dedicado ao repertório da MPB. Seu trabalho mais recente é Só Danço Samba – Ao Vivo, que dividiu o prêmio de melhor álbum de samba/pagode com Nosso Samba Tá na Rua, de Beth Carvalho, no Grammy Latino, em novembro do ano passado.