Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Só ‘Vingadores: Guerra Infinita’ derruba Edir Macedo da bilheteria

Com 3,6 milhões de ingressos vendidos no país nos primeiros quatro dias, longa se tornou a maior abertura da história dos cinemas brasileiros

Nada a Perder, a cinebiografia de Edir Macedo que é um fenômeno de bilheteria apesar das salas vazias, não foi páreo para Vingadores: Guerra Infinita. Maior estreia da história do circuito comercial brasileiro, o novo longa da Marvel acabou com o reinado do filme sobre o bispo da Universal, que ficou em segundo lugar na preferência do público, neste fim de semana.

Vingadores: Guerra Infinita teve 3,6 milhões de ingressos vendidos no país nos primeiros quatro dias, quando faturou 65 milhões de reais. No mesmo período, Nada a Perder teve registrados 814.000 ingressos comercializados e 7,9 milhões de reais. Ao todo, a cinebiografia de Edir Macedo já fez 108 milhões de reais, com 10,5 milhões de entradas vendidas.

 

 

 

 

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Está na cara que êsse filme do Edir Macedo é uma das formas de lavar dinheiro,é só êle distribuir mais
    ingressos que volta a liderança e salas vazias continuarão…quem se importa…

    Curtir

  2. Nelson A Brito Jr

    Vendem porque obrigam os “clientes” da igreja a comprar ingressos. Tenho tios que participam e sei porque foi assim com aquele filme dos 10 Mandamentos. Quem quer saber da vida do Macedo? Ainda mais sob a ótica dele mesmo! Devia ser mais humilde, como Jesus foi. Casa com torneiras de ouro? E os fiéis, lá, enfiando dinheiro nele!!!
    Mas o dia do julgamento chegará!
    Aguarde, Sr. Macedo.

    Curtir

  3. Vingadores, sala lotadíssima com pessoas. Edir Macedo, salas “lotadas” de imensos vazios, mais uma farsa.

    Curtir

  4. Se Vingadores: Guerra Infinita 3.600.000 ingressos R$ 65.000.000,00 = 100% então
    Nada a Perder 814.000 ingressos R$ 7.900.000,00 = 23%
    Que comparação mais besta, sô!

    Curtir

  5. É inacreditável como ainda falam dessa porcaria de filme. É uma farsa, os ingressos foram comprados e distribuidos para as pessoas, não tinha ninguém nas salas de cinema e entre outros. Não sei o que é mais vergonhoso o filme ou essa midia que compartilha essas farsas.

    Curtir