Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Spike Lee, Godard e Jafar Panahi disputarão a Palma de Ouro em Cannes

Apenas três diretoras estão na mostra competitiva: a francesa Eva Husson, a libanesa Nadine Labaki e a italiana Alice Rohrwacher

O cineasta americano Spike Lee e o franco-suíço Jean-Luc Godard retornarão neste ano ao Festival de Cannes, que também selecionou para a mostra oficial as produções mais recentes do dissidente iraniano Jafar Panahi e do russo Kirill Serebrennikov, que está em prisão domiciliar. Os organizadores do Festival de Cannes, que acontecerá de 8 a 19 de maio, revelaram nesta quinta-feira em Paris a lista de dezoito filmes da mostra competitiva, que ainda deve ser completada.

Na semana passada, a organização do festival já havia anunciado que Todos lo Saben, longa-metragem rodado em espanhol pelo iraniano Asghar Farhadi e protagonizado por Penélope Cruz, Javier Bardem e Ricardo Darín, seria o filme de abertura de Cannes, além de estar na disputa da Palma de Ouro.

BlacKKKlansman, de Spike Lee, e Le Livre d’Image, de Godard, estão na disputa, ao lado de filmes como Under the Silver Lake, do americano David Robert Mitchell, Dogman, do italiano Matteo Garrone, En Guerre, do francês Stéphane Brizé, Ash Is Purest White, do chinês Jia Zhangke, e Shoplifters, do japonês Hirokazu Kore-Eda.

Panahi, vencedor do Urso de Ouro em Berlim por Táxi Teerã em 2015, competirá com Three Faces.

O diretor geral do Festival de Cannes, Thierry Frémaux, explicou que as autoridades iranianas receberão uma carta do evento e das autoridades francesas “para que autorizem Panahi a sair do território, apresente seu trabalho e retorne a seu país”. O festival também convidou Serebrennikov para a exibição de Leto.

Apenas três diretoras estão na mostra competitiva: a francesa Eva Husson com Les Filles du Soleil, a libanesa Nadine Labaki com Capharnaüm e a italiana Alice Rohrwacher con Lazzaro Felice.

O júri da Palma de Ouro da 71ª edição de Cannes será presidido pela atriz australiana Cate Blanchet.