Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Simpsons’ inova com abertura inspirada em Banksy

Grafiteiro de rua inglês é conhecido pela reclusão

Banksy ficou famoso por grafitar e pintar muros e paredes nas cidades de Bristol e Londres.

A irreverência dos Simpsons, histórica série de animação feita por Matt Groening e exibida desde 1989 pelo canal americano Fox, atingiu um nível novo no episódio que foi ao ar no último dia 10 deste mês. Uma das características do programa é mostrar sempre um trecho diferente na parte final da abertura, quando a família se reúne em frente à televisão após um dia normal.

O inusitado desta vez foi que após o encontro familiar o episódio mostra uma sequência de imagens de trabalhadores orientais infantis em regime parecido com o de um campo de concentração fabricando imagens, bonecos e uma série de produtos que normalmente são lançados para faturar sobre marcas de cinema, desenho, quadrinhos etc. A sequência foi feita por Banksy, um artista de rua inglês recluso que ficou famoso por grafitar e pintar muros e paredes nas cidades de Bristol e Londres.

Como as imagens valem mais que palavras, confira o vídeo de abertura dos Simpsons:

Polêmica – Apesar de os produtores do desenho garantirem que não há nada parecido com o que acontece na abertura na fabricação da animação e dos produtos licenciados, o fato é que a Fox, empresa que produz o seriado, poderia não gostar das insinuações. A maior parte do trabalho de animação dos Simpsons e de outros desenhos da emissora é terceirizada – feita por trabalhadores sul-coreanos. O produtor executivo se diverte com a história. “Penso que nós sempre poderemos dizer que os furos dos nossos DVDs são feitos por infelizes unicórnios”, brinca.