Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Segunda temporada de ‘Aline’ terá tramas apimentadas

Série de Rede Globo recomeça no próximo dia 3, com personagem vivida por Maria Flor envolvida em 'quadrilátero' amoroso e oferecendo-se em rifa

“Apesar de ter o tio da feira que me critica, porque acha um absurdo ela viver aquela relação a três, muitas meninas me elogiam. Aline é a vingança das mulheres, que, como os homens, agora podem ter dois namorados”, diverte-se Maria Flor

‘Aline’ amadureceu. Depois dos bons resultados na audiência da primeira temporada, quando obteve 21 pontos de média na sua estréia – uma liderança folgada entre as emissoras de TV aberta, na avaliação dos produtores – a série da Rede Globo volta ao ar a partir de 3 de fevereiro com desafios mais complexos para a jovem vivida pela atriz Maria Flor. A maturidade, no caso da divertida e espevitada personagem, não tem nada a ver com caretice. “Desta vez, Aline se sentirá atraída por um terceiro rapaz, adotará um cachorrinho, enfrentará aqueles que duvidam do seu amor, cairá na estrada com a sua avó e seus amigos, e na tentação de uma vida de sucesso”, adianta Maurício Farias, diretor geral da atração.

A promessa de Farias é de que Aline e o ‘casal a três’ composto por Otto (Bernardo Marinho) e Pedro (Pedro Neschling) terão, na segunda fornada, histórias ainda mais radicais. Maria Flor defende as idiossincrasias de sua personagem e diz que, apesar de Aline ser “louca e impulsiva”, ela é uma mulher responsável nessa nova temporada. “Os meninos dependem muito dela. Ela é a única que tem emprego na casa e amadureceu muito, porque começou a buscar uma profissão com a qual se identifique”, afirma a atriz.

Sobre o triângulo amoroso de Aline, Otto e Pedro, a atriz é romântica. “Acho que os três se complementam, um não vive sem o outro. Cada um tem uma coisa que fascina a Aline, e acho que é por isso que ela fica com os dois”, justifica. “Apesar de ter o tio da feira que me critica, porque acha um absurdo ela viver aquela relação a três, muitas meninas me elogiam. Aline é a vingança das mulheres, que, como os homens, agora podem ter dois namorados”, diverte-se.

Pedro e Bernardo acreditam que o casamento dos três funciona melhor na ficção do que na vida real. “É muito complicado conseguir sustentar uma relação a dois, imagine a três”, diz Bernardo. Neschling emenda: “Na vida real a gente não é tão bem resolvido como eles”. O trio e o resto do elenco, que tem nomes como Bianca Comparato, Fernando Caruso, Malu Gali, e Daniel Dantas, foi a um cinema em Ipanema, zona sul do Rio de Janeiro, para uma exibição do primeiro episódio da segunda temporada.

Em seu reencontro com ‘Aline’, o público vai acompanhar uma tentativa da personagem de saldar as suas dívidas. E, como prometido, algumas atitudes são radicais: a protagonista fará uma rifa na qual ela se oferece como prêmio. Apesar de o concurso ter o sugestivo título de ‘Realize a sua fantasia com Aline no final de semana’, a personagem esclarece: “A rifa não inclui sexo, beijo na boca ou mão boba”. No entanto, quase tudo isso acontece quando Aline acaba se apaixonando por Heitor, vivido pelo estreante Marco Furlan.

O romance obviamente não vai adiante. Afinal, o triângulo amoroso Pedro-Aline-Otto ainda terá oito episódios pela frente. No que promete ser um dos mais engraçados da série, com o título provisório de ‘As Sogras’, com participações especiais de Lucélia Santos, que contracenará pela segunda vez com o filho; e Ângela Dip, que será Ruth, mãe de Otto. No episódio as veteranas atrizes passarão uma temporada na casa do trio e vão enlouqueceo Aline com muitas cobranças.

No quesito convidados, duas outras surpresas devem chamar mais a atenção do público ainda: os craques do passado e do presente Raí e Neymar, respectivamente, se envolverão nas trapalhadas de Pedro e Otto. Raí ajudará Pedro em um teste para ser jogador de futebol profissional. Já Neymar interferirá em uma tarefa, digamos, menos futebolística: Dará dicas aos galãs de como comemorarem o aniversário de namoro com Aline.

No meio dessa mistureba toda não poderia faltar boas pitadas de música, uma referência muito importante no seriado desde o piloto, exibido em dezembro de 2008. O último episódio desta temporada será um musical. Para não fazer feio nas canções, o diretor geral convidou o titã Branco Mello para supervisionar o elenco. “Conversei com o Mauro Wilson (autor da série) e com o Branco Mello para a gente fazer um musical. Mauro escreveu um texto indicando as músicas e o Branco fez os arranjos e acompanhou os atores nos ensaios e nas gravações de vozes”.

Maria Flor entrega: “O Mauro (Wilson) se inspirou no ‘Glee’. Mas tem uma coisa de ‘All That Jazz’ nas músicas e figurinos”, revela. Quando perguntada se não sentia um frio na barriga por, além de interpretar, ter que dançar e cantar, Flor foi tão espontânea quanto a sua personagem: “Sempre fiz aula de canto, não é estranho para mim. Mas hoje em dia tem uns programas ótimos que corrigem a nossa voz. Não é ao vivo mesmo”, ponderou, aos risos.

Leia também:

Tudo sobre séries no blog Nova Temporada