Clique e assine a partir de 9,90/mês

Segunda temporada de ’13 Reasons Why’ deixará livro para trás

Atenção: este texto contém *spoilers*. Se não deseja saber informações de episódios avançados da primeira temporada ou da nova, não leia

Por Da redação - Atualizado em 10 maio 2017, 13h36 - Publicado em 10 maio 2017, 13h28

A cantora Selena Gomez, produtora do maior fenômeno da Netflix deste ano, a controversa série 13 Reasons Why, confirmou no início da semana que o programa, baseado no livro Os 13 Porquês, sobre uma garota que comete suicídio, terá nova temporada. Agora, começam a sair informações sobre os novos episódios. Isso já foi dito acima, mas vale reforçar. A seguir, virão spoilers: detalhes tanto de episódios da segunda metade da primeira temporada da série como da nova leva de capítulos, ainda sem data para estrear. Se não deseja saber, não continue a ler.

Ao contrário do que se possa pensar, a história de Hannah Baker (Katherine Langford) não terminou. Foi o que disse à revista americana Entertainment Weekly o produtor da série, Brian Yorkey. A questão da responsabilidade — quem é culpado pelo suicídio de Hannah Baker — continuará guiando a série, que a destrinchará no julgamento movido pelos pais da menina contra a escola e nos segredos de seus colegas, que continuarão a vir à tona, trazendo cenas do passado da menina. “Eventos que já conhecemos ganharão um novo contexto e surgirão coisas sobre as quais ainda não ouvimos falar, coisas capazes de preencher lacunas sobre Hannah Baker e sua vida”, disse Yorkey.

Na segunda temporada, que deixará o livro de Jay Asher para trás e desenvolverá novas tramas, o produtor também prometeu responder a perguntas deixadas pela primeira leva de episódios. “Mais que isso, porém, vamos continuar a olhar com muita honestidade para esses personagens, o que eles vivem, mesmo que seja doloroso às vezes.”

Continua após a publicidade

Os novos episódios também terão um narrador, mas não será mais Hannah, já que as fitas deixadas pela menina foram todas ouvidas nos 13 episódios que inauguraram a série — a garota gravou 14 fitas K7 antes de tirar a própria vida, para explicar as razões que a levariam a se matar, mas numa delas usou apenas o Lado A.

Em um post feito em seu perfil no Twitter, a Netflix também afirmou que a história terá agora outras perspectivas — na primeira temporada, é o ponto de vista de Hannah Baker que domina. Ainda segundo esse post da Nertflix, a série vai discutir a maneira como meninos e meninas são criados para serem homens e mulheres dentro de uma cultura predominantemente machistas — as últimas palavras nós acrescentamos.

 

 

Publicidade