Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rodrigo Lombardi: o galã com pegada da Globo

No ar como o controlador Alex em 'Verdades Secretas', o ator se firma como um dos novos intérpretes dos machos alfa da dramaturgia nacional

Alex (Rodrigo Lombardi) se aproxima de Angel (Camila Queiroz), que está de costas para ele, e começa a beijar o pescoço e os cabelos da moça. Ela se prepara para fugir, mas é agarrada e se rende, mais uma vez, aos encantos do empresário, traindo a própria mãe, Carolina (Drica Moraes), nova mulher de Alex. A cena, exibida no último dia 7 na novela das onze da Globo, Verdades Secretas, deu nova mostra de que o personagem é quase irresistível às mulheres da trama, mesmo quando elas têm uma porção de razões para se manter longe dele. Rodrigo Lombardi, que desde a estreia do folhetim vem arrancando suspiros dentro e fora das telas no papel de Alex, no entanto, já deve estar acostumado com esse tipo de reação: o ator paulista de 38 anos é o atual “galã com pegada” da Globo.

Leia também:

Verdades indigestas: o que o sucesso de ‘Verdades Secretas’ diz sobre ‘Babilônia’

Atriz da Globo critica top Alessandra Ambrosio em ‘Verdades Secretas’

‘Nem é isso tudo’, diz Rodrigo Lombardi sobre cena de nudez

Muito antes de Lombardi mandar e desmandar na vida de Angel e de Carolina, ele já havia conquistado os espectadores – espectadoras, principalmente – em 2009, quando integrou um quadrângulo amoroso em Caminho das Índias como Raj. Apaixonado pela brasileira Duda (Tânia Khalill), acabou forçado por sua tradicional família indiana a se casar com Maya (Juliana Paes), que por sua vez amava o intocável Bahuan (Marcio Garcia). Lombardi emprestou todo o seu charme ao personagem, que aos poucos ganhou o amor de Maya e a aceitação do público, desbancando o dalit e ficando com a mocinha no final da novela. Já em 2011, voltou a derreter corações como Herculano Quintanilha, o protagonista do remake da novela de Janete Clair O Astro, exibido também na faixa das onze. O ilusionista Herculano seduziu a arquiteta Amanda (Carolina Ferraz) e a levou para a cama – diversas vezes, diga-se, e em cenas tórridas.

Depois de duas amostras tão contundentes do poder de sedução de Lombardi nas telas, o autor de Verdades Secretas, Walcyr Carrasco, não pensou em mais ninguém para viver o seu agressivo Alex. “Desde o primeiro momento, pensei no Rodrigo Lombardi para o papel. Foi o primeiro ator que eu e o Maurinho (Mauro Mendonça Filho, diretor geral e de núcleo da novela) convidamos, o que eu sempre quis”, diz em entrevista ao site de VEJA. Mesmo assim, Carrasco confessa que até ele se surpreendeu com o que viu. “Fiquei impressionado com sua forma física, que é um dos elementos que tornam o Alex forte diante do público.” Da “forma física” se destaca o derrière de Lombardi, que apareceu em toda a sua glória em uma cena com a modelo Alessandra Ambrosio na estreia do folhetim – sequência semelhante à de Paolla Oliveira na minissérie Felizes para Sempre?, exibida no começo do ano.

O ator havia engordado cerca de dez quilos para viver Pedro Falcão no remake de Meu Pedacinho de Chão (2014), e, como Alex exigia corpo atlético, ele precisou entrar na linha. Com mudanças na alimentação e treino de jiu-jitsu duas vezes por semana, o ator perdeu catorze quilos antes de começar a gravar a novela. Ele também foi fotografado neste ano jogando vôlei na praia, uma paixão antiga: quando adolescente, sonhava em ser jogador profissional e só desistiu porque, com 1,8 metro de altura, julgava não ser alto o suficiente para trilhar uma carreira no esporte. Entre trabalhos como garçom e agente de viagens, estudou teatro e acabou ganhando seu primeiro papel em uma novela em 1998, no remake de Meu Pé de Laranja Lima, de Ana Maria Moretzsohn, na Bandeirantes. Passou pelo SBT e pela Record antes de aportar em 2005 na novela das sete Bang Bang, da Globo, emissora na qual tem emendado um trabalho no outro. Nos últimos dez anos, foram nove folhetins.

Desde Caminho das Índias, em que viveu seu primeiro protagonista, tem se firmado como um dos novos galãs da dramaturgia nacional. Agora, em Verdades Secretas, está na melhor forma – o que se reflete na aceitação do público e na repercussão nas redes sociais. A empresa especializada Spark Inc. fez uma análise da performance de Lombardi no Instagram antes e depois da estreia da novela das onze e constatou uma evolução incrível na rede social. Em pouco mais de dois meses, ele mais do que triplicou sua base de seguidores, passando de 80.000 para 255.000 pessoas, o que levou a um aumento na interação com suas postagens: triplicou a média de curtidas (de 2.920 para 6.300) e quase duplicou o número de comentários (de 192 para 337) nas fotos. O levantamento também provou o sex appeal do ator: as mulheres são maioria entre seus fãs na rede social, representando 88% de sua base de seguidores.

Tamanha aceitação entre o público feminino pode ter uma explicação. Para Nelson Pedro da Silva, professor de psicologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Lombardi não é um homem “geometricamente” belo – ou seja, não tem a suavidade de traços de Reynaldo Gianecchini ou Fábio Assunção. “Mas ele passa a ideia de ser um sujeito dominador, com masculinidade”, diz. Segundo o professor, Lombardi aos poucos vai se impondo no rol de ícones da virilidade da história das novelas brasileiras, que conta com figurões como Francisco Cuoco, Tarcísio Meira, Tony Ramos, Antônio Fagundes e José Mayer.

O macho alfa – O tipão de Rodrigo Lombardi pode ter ajudado seu personagem Alex a ser aceito pelo público. O protagonista nada tem de angelical: pai ausente para seus dois filhos, traía a namorada Samia (Alessandra Ambrosio) com modelos e, depois de se envolver com Angel, deixou claro a Fanny (Marieta Severo) que gostava de meninas bem novas, de preferência menores de idade. Por último, casou-se com Carolina, mas com a única intenção de se manter perto de Angel, e agora trata mal a mulher. Para parte dos espectadores da trama, no entanto, Alex ainda tem ares de príncipe encantado – muitos, inclusive, torcem para que ele termine a novela com a mocinha de apenas 17 anos.

“Eu acho que o público acolheu o Alex graças à magnífica interpretação do Rodrigo Lombardi”, diz Walcyr Carrasco. Camila Queiroz, a Angel, também é só elogios ao trabalho do colega. “Ele é um ator sério, profissional e tem uma bagagem enorme. Aprendo muito em cena”, afirma ela, que estreou como atriz na novela. De acordo com o professor Nelson Pedro da Silva, o personagem em si também tem seus encantos. “Ele tem todos os requisitos valorizados hoje no mundo ocidental: beleza, força física, status social e financeiro”, diz.

Na novela, ele se mostra um macho alfa e domina, de uma forma ou de outra, as mulheres ao seu redor: a ex-mulher Pia (Guilhermina Guinle), a quem paga uma gorda pensão, Carolina, Angel e até Fanny, dona da agência de modelos que tem um contrato com a sua holding e que, movida pela ganância, cede a todos os pedidos de Alex. “O alfa tem mania de grandeza, é egocêntrico e sádico, pois humilha as mulheres, mostrando a elas quem manda na relação”, diz o psicólogo especializado em relacionamentos Alexandre Bez.

A predileção por meninas mais novas também é coerente com o alfa, que sente um prazer especial ao se relacionar com mulheres inexperientes por gostar de ser o primeiro homem da vida delas – Angel não era mais virgem quando conheceu Alex, mas ainda tinha muito a aprender. O relacionamento se complicou porque ela foi a única a dizer “não” para ele, quando se decepcionou ao ouvir do empresário que ele poderia “comprá-la” e depois ao ouvir a colega Lyris (Jéssica Córes) acusá-lo de estupro, informação mais tarde desmentida. “Isso fez com que ele precisasse correr atrás dela novamente. Ele tinha a necessidade de reconquistá-la, senão iria deixar de cumprir seu papel de macho alfa”, diz o professor Nelson Pedro da Silva.

Para tanto, ele chegou ao extremo de se casar com a mãe da menina, o que coloca em dúvida o futuro dos personagens. “Não sei mais se pode dar certo o relacionamento de Angel e Alex, porque da parte dele talvez tenha se tornado uma obsessão”, afirma Camila Queiroz. O autor Walcyr Carrasco diz saber exatamente como será o final da trama, mas não quer dar nenhuma dica. Enquanto o clima de tensão cresce entre os personagens, no set de gravação tudo corre da forma mais tranquila possível. Camila conta que a intensidade de Alex fica fora do convívio diário com Lombardi. “Ele é bem brincalhão e canta o tempo todo, principalmente antes e depois das cenas.”