Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Robin Thicke admite que não escreveu hit ‘Blurred Lines’

Cantor confessou que estava sob efeitos de álcool e analgésicos quando a música foi escrita apenas por Pharell Williams

O cantor Robin Thicke admitiu não ser o compositor da canção Blurred Lines, um dos maiores hits da indústria musical em 2013. Segundo documentos divulgados por um tribunal de Los Angeles, e publicados pela revista The Hollywood Reporter, Thicke confessou que, quando gravou a canção, estava sob os efeitos de uma mistura de álcool e de analgésicos Vicodin.

As declarações de Thicke foram feitas durante uma audiência em abril sobre uma denúncia de plágio apresentada pelos filhos do cantor Marvin Gaye, que alegam que Blurred Lines é muito similar à canção Got to Give it Up, composta em 1977. Thicke disse que o verdadeiro compositor da música é Pharell Williams, que também é o autor de outro sucesso mundial recente, Happy.

Leia também:

‘Meus pais queriam que eu fosse menina’, diz Robin Thicke

“Depois de seis álbuns que escrevi e produzi, o maior sucesso da minha carreira foi composto e produzido por outra pessoa e eu estava com inveja e quis ficar com o crédito”, disse o cantor. “A gravação teria acontecido com ou sem a minha presença. Tive apenas a sorte de estar lá quando ele (Williams) escreveu e eu estava na sala”, completou.

Pharell Williams, Robin Thicke e Clifford Joseph Harris rejeitam as acusações de plágio e o julgamento deve acontecer em 2015. Confira abaixo as duas canções, Blurred Lines e Got to Give it Up.


(Com agência France-Presse)