Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Roberto Carlos, quem diria, se acabou na Beija-Flor

Homenageado da escola de Nilópolis, cantor varou a madrugada na quadra. Tocou tamborim, jogou rosas e barrou Ronaldinho Gaúcho

Escola pediu para o jogador do Flamengo adiar sua visita ao ensaio, temendo tumulto com a presença simultânea dos astros

Em visita à quadra da Beija-Flor de Nilópolis, na madrugada desta sexta-feira, o cantor Roberto Carlos cantou, tocou tamborim e jogou rosas vermelhas para os membros da escola, que vai homenageá-lo na Marquês de Sapucaí no carnaval. Acompanhado por uma comitiva de 12 pessoas divididas em quatro carros, ele chegou à meia-noite, vestindo calça jeans e camisa azul, e seguiu direto para o camarote do presidente de honra da agremiação, Anísio Abraão David. Lá, Roberto teve a companhia inseparável da atriz Cláudia Raia, que levou os filhos Enzo e Sophia.

Negociada desde o anúncio do enredo, a aparição de Roberto Carlos coincidiu com a data escolhida por Ronaldinho Gaúcho para aceitar o convite de visitar a quadra da Beija-Flor. Para evitar um tumulto de grandes proporções, com a presença de dois astros, a direção da escola se viu obrigada a ligar para o craque do Flamengo e pedir que ele adiasse sua ida a Nilópolis. O jogador, que deve desfilar pela Portela, atendeu prontamente.

No camarote, Roberto Carlos ensaiou alguns passos de samba, acenou para os fãs e mostrou já ter decorado, pelo menos, o refrão principal do samba-enredo que contará sua história na Avenida. O cantor ainda recebeu os cumprimentos do coreógrafo Carlinhos de Jesus, que estreia este ano no comando da comissão de frente da escola, do casal de mestre-sala e porta-bandeira Claudinho e Selminha Sorriso, do cantor Jorge Aragão e do ex-diretor-geral da Rede Globo, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho (Boni).

O intérprete Neguinho da Beija-Flor levou Roberto Carlos até o palco, onde agradeceu aos súditos. “Estou muito emocionado. Agora, minha preocupação é com o desfile. Quero fazer bonito na homenagem que estou recebendo da minha escola”, disse o cantor, que ainda se recupera de um acidente de moto e não sabe se vai aguentar ficar em pé durante todo o desfile.

Roberto Carlos participa de ensaio na Beija-Flor Roberto Carlos participa de ensaio na Beija-Flor

Roberto Carlos participa de ensaio na Beija-Flor (/)

Roberto Carlos virá no último carro do desfile, acompanhado de 300 crianças. Com 60 metros de comprimento, a alegoria será maior do que o abre-alas e contará com três elevadores para facilitar o acesso do cantor.

No palco, Neguinho da Beija-Flor puxou dois dos maiores sucessos de Roberto Carlos: “Nossa Senhora” e “Como é grande o meu amor por você”. Na segunda canção, o visitante pegou o microfone e se juntou ao intérprete da escola, para delírio das três mil pessoas que lotavam a quadra. O presidente de honra da Beija-Flor, Anísio Abraão David, aproveitou a presença do homenageado para motivar os componentes. “A escola está empenhada em dar o título ao Rei. Agora, depende exclusivamente de vocês”, pressionou o dirigente.

Na saída, por volta das 2h, Roberto Carlos dava sinais de exaustão. Cansado, mas feliz, o cantor ainda atendeu a imprensa antes de entrar no carro, e classificou a experiência como um teste para o coração. “Foi um teste maravilhoso. Se no dia do desfile eu aguentar assim, vai ser maravilhoso. Mas acho que não aguento não, hein. Acho que vou chorar”, afirmou.

Em conversa privada no camarote, o cantor foi informado de que um coral de crianças do projeto social da Beija-Flor está ensaiando uma versão da música “Como é grande o meu amor por você”. Na mesma hora, Roberto Carlos manifestou o desejo de retornar à quadra para receber a homenagem ainda antes do carnaval.

Com o enredo “A Simplicidade de um rei”, a Beija-Flor será a última escola a passar pela Marquês de Sapucaí, encerrando os desfiles do Grupo Especial, na madrugada da Terça-feira de Carnaval.