Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rio de Janeiro vive clima de Carnaval nas vésperas da folia

Carlos A. Moreno.

Rio de Janeiro, 16 fev (EFE).- O desfile de dez blocos pelas ruas do Rio de Janeiro nesta quinta-feira antecipou a chegada do Carnaval na cidade, que começará oficialmente nesta sexta-feira, abrindo a folia que se estenderá durante cinco dias.

O calor e o sol, as férias escolares, as praias lotadas, a finalização dos preparativos das escolas de samba e a chegada de parte dos 850 mil turistas que vem para a cidade ajudaram a antecipar o clima de Carnaval no Rio.

Oficialmente, porém, a folia só começa nesta sexta-feira, quando o Rei Momo, um obeso mas hábil dançarino, recebe as chaves da cidade das mãos do prefeito Eduardo Paes. Mas muitos blocos já desfilaram nos fins de semana anteriores arrastando multidões de foliões.

Na noite desta quinta-feira, até mesmo o agitado Centro da cidade se renderá ao Carnaval, no desfile da Banda da Rua do Mercado, formada por trabalhadores desta região do Rio de Janeiro.

Ao todo, 476 blocos autorizados pela prefeitura irão se apresentar pela cidade, diminuindo o protagonismo do Carnaval das escolas de samba.

A folia de rua, com seus carros de som e baterias no chão, arrastam verdadeiras multidões. Os foliões dançam marchinhas, sambas-enredos e até mesmo versões carnavalescas das músicas dos Beatles, a maioria vestindo criativas fantasias e movidos a muita cerveja.

Já as escolas de samba continuam sendo o evento mais conhecido do Carnaval carioca e considerado o maior espetáculo do mundo ao ar livre. Seus desfiles, porém, limitam-se aos 720 metros do sambódromo e para um público de 72.500 pessoas.

As agremiações, integradas por até seis mil pessoas, oferecem um espetáculo de luzes, sons e cores com seus gigantescos carros alegóricos, suas fantasias e seus sambas contagiosos.

Seis das 13 escolas do chamado Grupo Especial, que desfilarão nas noites do domingo e da segunda-feira, elegeram como inspiração este ano temas culturais ou importantes figuras das artes, como o escritor Jorge Amado, o pintor Candido Portinari e o artista plástico Romero Britto, que participará do desfile da Renascer de Jacarepagua.

A Beija-Flor, escola campeã do ano passado, homenageia em seu desfile, que será realizado na segunda-feira, a cidade de São Luís, capital do Maranhão, e aproveita para lembrar a figura do carnavalesco Joãosinho Trinta, que morreu recentemente.

Tanto a alegria democrática dos blocos como o espetáculo das escolas de samba poderão ser desfrutados este ano por 850 mil turistas, dos quais 250 mil são estrangeiros, segundo cálculos da secretaria de Turismo do Rio de Janeiro, que espera que os visitantes deixem na cidade cerca de US$ 620 milhões.

A previsão, no entanto, é conservadora: no ano passado a secretaria afirmou esperar 756 mil visitantes a a cidade recebeu um milhão, dos quais 400 mil era estrangeiros.

Entre os visitantes, destacam-se esse ano o fundador da revista Playboy, Hugh Hefner, e a atriz e cantora Jennifer Lopez, que foram convidados por cervejarias rivais para protagonizar campanhas publicitárias e atrair a atenção nos camarotes da Marques de Sapucaí.

Quem também confirmou presença foi a cantora Fergie, da banda Black Eyed Peas, e ainda espera-se que o casal Brad Pitt e Angelina Jolie venha para a cidade.

O Sambódromo neste ano foi remodelado para readquirir o desenho original feito pelo arquiteto Oscar Niemeyer e servir de palco para algumas competições nos Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro.

Com a ordem pública garantida após o fim da greve de policiais e graças a um efetivo especial de segurança, composto por cerca de 50 mil agentes, o governo também espera prevenir doenças sexualmente transmissíveis e para isso avisou que distribuirá 70 milhões de preservativos no Rio de Janeiro. EFE