Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Red Hot Chili Peppers recupera no Lolla moral deixada no Rio

Banda americana estava entrosada em show recheado de hits

O Red Hot Chili Peppers recuperou, nesta sexta-feira, a moral deixada nos palcos do Rock in Rio em 2017. Responsáveis por encerrar o primeiro dia de shows do Lollapalooza 2018, a banda americana tocou com a harmonia e criatividade que faltaram em sua apresentação no festival carioca.

Chad Smith e Flea — o “rosto” da banda — abriram o show com oito minutos de atraso com um solo afinadíssimo de bateria e baixo. Depois, o pouco simpático vocalista Anthony Kiedis ganhou o palco com o hit Can’t Stop, mas confundiu o público ao fazer adaptações na letra dessa música e da seguinte, Snow (Hey Oh), outro grande sucesso da banda. Percebendo — ou não — o erro, a banda logo voltou à programação normal, mesclando os sucessos Otherside Californication, a faixas menos conhecidas (a maioria de álbuns novos).

O guitarrista Josh Klinghoffer foi, talvez, uma das grandes surpresas da noite. O músico de 37 anos assumiu a tarefa de substituir John Frusciante quando ele deixou a banda em 2009, e ainda apanhava para acompanhar os colegas durante o Rock in Rio de 2017 — um dos grandes motivos para o show ter sido tão pouco satisfatório. Porém, durante o Lollapalooza, o guitarrista se mostrou bem mais desenvolto e mostrou o talento com riffs que provavelmente lhe renderam um espaço na banda. De bônus, ele ainda apresentou uma versão em português da música Menina Mulher de Pele Negra, de Jorge Ben.

O Lollapalooza 2018 vai até domingo, 25, em São Paulo. Lana Del Rey, Imagine Dragons e The Killers são algumas das atrações que se apresentam no festival.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fernando Mello

    PÔ…queria ver o Lulapapuda…mas foi adiado!

    Curtir