Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Racismo? Americano pinta o rosto para ‘ser’ Kanye West no Halloween

Um professor e uma estudante viraram alvo de críticas por usar maquiagem para parecerem negros

Dois americanos causaram controvérsia por se vestir como Nicki Minaj e Kanye West e usar do blackface – prática do teatro em que atores brancos se maquiam para parecerem negros — em festas de Halloween. Segundo o site da revista The Hollywood Reporter, na terça-feira Heath Morrow, um professor do Estado do Alabama, virou alvo após sua mulher, Shannon Morrow, postar uma foto em seu perfil no Instagram em que os dois apareciam como West e Kim Kardashian. Ele havia feito blackface e segurava uma placa que dizia: “Kanye para presidente 2020”.

Leia também:

Campanha racista — e covarde — propõe boicote a ‘Star Wars’

Acusado de racismo, ‘Pânico’ deve cortar personagem negro

Nicki Minaj vai ganhar seriado sobre sua vida

Ao jornal The Daily News, Shannon defendeu as fantasias. “Eu não sabia que se vestir como um casal famoso causaria tanta controvérsia. Não havia má intenção nessa fantasia. Era para o Halloween, a única ocasião no ano em que é ‘ok’ fazer isso”, disse. “Alguns dos melhores amigos do meu marido são negros. Não tivemos intenção de ser racistas.” Apesar da defesa, Shannon apagou a foto após as críticas.

Na Flórida, uma estudante também postou e apagou uma foto em seu Twitter em que aparecia com blackface para imitar a rapper Nicki Minaj. Um usuário da rede social apontou: “Nicki nem tem a pele negra. Isso não era necessário”.

Estudante é criticada por imitar Nicki Minaj com blackface Estudante é criticada por imitar Nicki Minaj com blackface

Estudante é criticada por imitar Nicki Minaj com blackface (/)

(Da redação)