Clique e assine com 88% de desconto

Quinta-feira é o dia oficial do perdão no ‘BBB 13’

Um dia depois das tradicionais festas regadas a muita bebida e nenhum bom senso, brothers se dedicam a pedir desculpas. Afinal, vai surgir um novo líder

Por Emylinn Lobo, do Rio de Janeiro - 31 jan 2013, 18h02

Já é tradição: um dia depois da descontrolada bebedeira nas festas de quarta-feira no BBB 13, os brothers acordam preocupados com a nova prova do líder e saem pela casa em romaria para conseguir resgatar os laços desfeitos pelo álcool. O mais novo tomado pela ressaca moral é Yuri. Na Festa Hipnose, o lutador viu Natália apalpando Eliéser e perdeu a cabeça. Xingou Natália, gritou com todos os que se aproximaram tentando acalmá-lo, e até teve uma discussão mais séria com Nasser, que o acusou de agressão.

Leia também:

Leia também: Festa termina com briga e divisão da casa

“Eu estava muito doido, falei um bando de m…”, resumiu bem o goiano, que depois de conversar com Marien e Eliéser, decidiu começar os pedidos de perdão pela mais interessada, Natália. “Eu estava nervoso, bêbado e misturei os dois”, falou. “Senti uma falta de respeito na hora, mas sei que dei um tiro na cabeça ontem. Não fiz mal para ninguém. Só para mim”, continuou. Desculpas aceitas pela veterana, que já voltou para os braços do amado, assumindo também parte da culpa: “Nós dois bebemos e nos transformamos, por isso nos entendemos”.

Publicidade

Casal refeito, era a vez de se dedicar aos outros ofendidos. Mas nem ele sabia bem com quem deveria conversar. “Com todo mundo. Sai andando pela casa e quem virar a cara pra ti, já sabe que tem que se desculpar”, indicou Natália. “O que passou, passou. Estou super bem e nós estamos até mais próximos agora, depois da briga. Acontece…”, disse Andressa, ao ser abordada pelo veterano, que nem se lembrava de ter falado com a modelo na festa. Marien também fez as pazes: “Quem nunca ficou bêbado, com ciúmes e brigando? É a síndrome do paredão”.

Leia também:

Leia também: Natália e Yuri, o novo casal preferido do edredom do BBB

Anamara era a próxima. Voltou às boas com o amigo, claro, mas não sem antes dar-lhe um belo puxão de orelhas. “Baixa a bola, ou vai ficar fazendo um bando de besteira. Não pensa que pode xingar todo mundo só porque o jogo está na sua mão! Não pode, não deve! Você é superior a isso.” Na noite anterior, Yuri havia gritado com a baiana, afirmando ter certeza que seria o vencedor do programa. Nasser foi o próximo a repreender o amigo antes de perdoá-lo: “Sua explosão pode atingir pessoas que gostam de ti”. “Errei com você, fui agressivo, mas não foi maldade. Me desculpa”, repetiu o lutador.

Publicidade

Passado o stress, Natália já contava vantagem da instabilidade do relacionamento, enquanto Yuri se dizia preocupado com a forma como seu show particular poderia aparecer na edição da TV aberta. “Nós somos o casal crazy da casa. Quem é que faz barulho para tudo nessa casa? Pensa. É a gente que briga na limpeza, é a gente que quebra o pau bonito da balada e não fica de ‘príncipe’. Mais do que isso, só se a gente se bater”, observou a loira. “É mesmo! Papai Smurf deve estar rindo muito de nós dois”, riu Yuri, referindo-se ao diretor Boninho.

Para amenizar um pouco o vexame que deu, o brother se dedicou, então, a eleger quem mais causou em cada uma das festas passadas: Eliéser, Andressa, Fani e Natália foram lembrados. Quem será o próximo?

Leia também:

O sobe e desce dos brothers no ‘BBB 13’

Publicidade

Marien ainda não entendeu

Conheça os apelidos dos brothers na internet

Quer dirigir o ‘BBB’? Boninho aceita sugestões

Na casa do BBB, a luta pela sobrevivência das ‘espécies’

Publicidade

Periguetes, políticos, sofredoras… Conheça dos grupos do BBB

Publicidade