Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Paulo César Pereio comemora 70 anos com programa de TV, documentário e exposição

Ator que já propôs demolir o Cristo Redentor gravará na noite desta sexta-feira edição especial de seu programa de TV, entrevistando anômimos e famosos

Uma das sequências mais esperadas da película é o depoimento da atriz Cissa Guimarães, segunda mulher de Pereio, que colocou o ex-marido na cadeia por falta de pagamento da pensão alimentícia dos dois filhos

Autor de frases como “nada é tão ruim que não possa piorar um pouquinho”, “o fracasso não me subiu à cabeça” e de polêmicas como uma campanha proposta em 2008 para implosão da estátua do Cristo Redentor, Paulo César Pereio começa a festejar na noite desta sexta-feira os seus 70 anos. Às vésperas de seu aniversário, na próxima terça-feira, o ator diz que ainda tem esperança que sua campanha volte à tona. “Não é para agora, mas quem sabe a próxima geração vai entender que aquele trambolho é uma interferência indevida na natureza. Tenho esperança que aquilo desapareça da topografia carioca”, declara evocando justificativas ecológicas.

Com mais de 60 filmes e inúmeras peças e novelas no currículo, o ator tem muitas – e estranhas – histórias para contar sobre as artes cênicas no Brasil. Mas como é avesso a homenagens e a autopromoção, vai comemorar a data de forma inusitada: relembrando histórias decadentes de sua vida e obra. A comemoração desta sexta-feira será recebendo os amigos no Espaço de Cinema, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. Aproveitará a ocasião para gravar uma edição especial do seu programa de entrevistas, o ‘Sem Frescura’, exibido no Canal Brasil, desde 2004.

A ideia é fazer uma espécie de Sem Frescura às avessas, adianta Lara Velho, diretora da atração e filha mais velha do ator. “Nós falaremos com as pessoas que estiverem na festa, sejam amigas ou desconhecidas, famosas ou anônimas, para fazerem perguntas para o Pereio. Hoje ele será o entrevistado”, entrega a filha/diretora.

O início da comemoração coincide com a inauguração da mostra Pereio 70, no MAM. Sob a curadoria do crítico de cinema Rodrigo Fonseca, o evento vai apresentar mais de 20 longas-metragens e alguns curtas na sala de cinema do museu. O jornalista também é responsável pela redação da biografia do ator, com lançamento previsto para 2011.

O ponto alto da comemoração, no entanto, está por vir: a produção do filme ‘Pereio, Eu Te Odeio’. O documentário, de Alan Sieber, traz histórias hilárias e reais, testemunhadas por amigos e inimigos de verdade de Paulo, que aceitaram ser filmados para não perder a oportunidade de falar mal do ator. Outros, como o diretor Hector Babenco, inimigo público de Peréio desde quando filmaram Lúcio Flávio, O Passageiro da Agonia, em 1977, se recusaram a ‘prestigiar’ o desafeto. Uma das sequências mais esperadas da película é o depoimento da atriz Cissa Guimarães, segunda mulher de Pereio, que colocou o ex-marido na cadeia por falta de pagamento da pensão alimentícia dos dois filhos que tiveram, Thomás e João Velho. O filme ainda não tem estreia prevista.