Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Pânico’ é banido da Comic Con por atitude desrespeitosa

Integrante do programa lambeu uma garota que estava vestida de cosplay no evento. Organização divulgou nota de repúdio

A CCXP – Comic Con Experience divulgou nesta segunda-feira uma nota de repúdio ao programa Pânico na Band, por causa do transtorno que uma matéria da atração da Band causou no evento deste ano. Segundo o relato de uma jovem em sua página do Facebook, a equipe do programa a abordou no sábado para uma entrevista de forma desrespeitosa. Myo Tsubasa, como se apresenta na rede social, fazia cosplay, ou seja, estava fantasiada. No caso, a moça usava a roupa da personagem Estelar, da série Jovens Titãs. Os apresentadores Lucas Selfie e Aline Mineiro fizeram piadas com a roupa da jovem e passaram o dedo em sua pele, para tirar a tinta. Por fim, Selfie deu uma lambida no braço dela.

“Não tenho palavras que descrevam o ódio e o nojo que me bateram na hora. Invasão de privacidade, falta de respeito.”, disse Myo na publicação (leia o relato completo aqui). Em resposta ao ocorrido, a organização da CCXP baniu o programa da cobertura. No domingo, a equipe foi barrada na porta do evento. E, de acordo com o comunicado, o Pânico não será bem-vindo nas próximas edições.

LEIA TAMBÉM:

Em SP, Adam Sandler promove 1º filme em parceria com a Netflix

Ator de ‘Supernatural’ é o mais caro da Comic Con 2015

Criador de ‘Sin City’, Frank Miller virá ao Brasil para a Comic Con

Na nota, a organização ainda cita que o programa fez uma cobertura divertida no ano passado, mas devido a falta de respeito deste ano, eles estão proibidos de participar de todas as atividades da empresa a partir desta data. “É com tristeza e um sentimento de desgosto, então, que assistimos à maneira como o programa Pânico na Band, incapaz de lidar com o diferente, traz para dentro da CCXP seus preconceitos de gênero e seu franco desrespeito, entrevistando cosplayers com grosseria – chegando a lamber uma visitante”, diz a nota.

“Não se trata aqui de discutir limites de humor. No entanto, assédios moral e sexual são temas seríssimos e preocupações constantes em convenções de cultura pop no mundo inteiro – assim como fora delas. As atitudes do Pânico na Band dentro da CCXP representam um retrocesso que não podemos aceitar. Ninguém pode, não mais”, diz o texto.

Abaixo, confira o trecho do vídeo feito pelo programa: