Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Os melhores restaurantes de cozinha variada em Recife

Confira os endereços da categoria que valem a visita; mais restaurantes peruano e portugueses

Por Beatriz Malheiros, Daniel Salles, Gabriela Lopez, Jennifer Detlinger, Marcela Balbino, Paula Melo e Rosália Vasconcelos - Atualizado em 3 set 2017, 20h59 - Publicado em 26 ago 2017, 04h00

O roteiro a seguir, com trinta e quatro estabelecimentos, integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER RECIFE 2017/2018:

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ponte Nova – eleito melhor restaurante da categoria pelo júri

O chef Joca Pontes é um grande defensor dos pequenos produtores regionais. Os embutidos usados em seu restaurante vêm do município de Goiana, em Pernambuco. O café e o bacon são de Taquaritinga do Norte, no mesmo estado. O arroz castanho, da cidade de Souza, na Paraíba. E por aí vai. “No começo, o que me moveu foi a praticidade, mas depois descobri que há produtores excepcionais por aqui”, diz ele, também proprietário do Villa Cozinha de Bistrô e de uma rede de creperias. É no elegante Ponte Nova, premiado duplamente nesta edição, que o cozinheiro consegue dar melhor vazão à sua criatividade. “Para abrir o apetite”, como diz o cardápio, não deixe de provar o enroladinho de berinjela com recheio de ricota ao forno, acompanhado de pães quentinhos (R$ 9,90). Como entrada, é difícil resistir ao ovo mollet caipira sobre pirão de queijo com açafrão-da-terra, aspargos, bacon e farofa (R$ 23,90). Os pratos principais mais elogiados são o porquinho lá e lô, um filé-mignon suíno marinado no missô com aspargos, arroz cremoso e crocante de feijão-verde (R$ 72,00), e o bife de chorizo grelhado na manteiga de alho, com musseline de batata-doce, legumes na chapa, vinagrete de cenoura, chips de alho e farofa (R$ 69,00). Para fechar à altura, vá de goiabada chique, que consiste em uma fatia de bolo de rolo com compota de goiaba e gengibre, queijo de coalho queimado, castanha assada e sorvete de creme (R$ 21,00). A carta de vinhos, exibida em um iPad, inclui o americano Bread & Butter 2013 por R$ 141,00.

Publicidade

Rua do Cupim, 172, Graças, 3327-7226 (60 lugares). 19h/23h30 (sex. 12h/15h e 19h/0h; sáb. 19h/0h; dom. 12h/15h30; fecha seg.). Aberto em 2004. $$$

2º Lugar – Mingus

A chef Jace Souza comanda a expedição de pratos queridinhos da clientela. Quem escolhe a panelinha de frutos do mar como entrada percebe pelo aroma que o ensopado de camarão, peixe do dia e moluscos gratinado com parmesão (R$ 52,00, para duas pessoas) tem seu perfume enriquecido por notas de gengibre e limão. Na etapa principal, chegam caprichadas porções individuais, a exemplo do atum selado com purê de mandioquinha e ragu de cogumelos ao molho teriyaki (R$ 78,00). Boa pedida entre os 300 rótulos da adega, o vinho rosé provençal Domaine de Pontfract 2015 é feito com uvas grenache, cinsault e carignan (R$ 165,00). Aos sábados, a partir das 21h, o restaurateur Nicola Sultanum promove apresentações ao vivo de jazz e MPB.

Rua Atlântico, 102, Boa Viagem, 3465-4000 (100 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sex. e dom. almoço até 16h; sex. e sáb. jantar 19h30/0h30; sáb. só jantar; dom. só almoço; fecha seg.). Aberto em 2001. $$$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

3º Lugar – Nez Bristrô

Nesta charmosa casa vermelha erguida no século XVII, pagam – se R$ 39,00 por um petit gâteau que faz papel de entrada. Trata – se de um bolinho quente e cremoso de queijo Prima Donna acompanhado de geleia de pimentão vermelho, salada de rúcula e torradas de pão italiano. Regado ao molho de vinho tinto e cerveja preta, o stinco de cordeiro cozido em baixa temperatura é servido com risoto de queijo e minilegumes orgânicos (R$ 79,00). O prato vai bem com a safra 2015 do vinho argentino Rutini, elaborado com uvas malbec e cabernet sauvignon (R$ 199,00). Quando chegar o creme brûlé, a sugestão é pedir duas colheres. Sobre uma cama de framboesa, o suave creme de baunilha de superfície açucarada e durinha adoça o paladar por R$ 29,00.

Praça de Casa Forte, 314, Casa Forte, 3441-7873 e 3034-7873 (90 lugares). 12h/16h e 18h30/0h (seg. a qui. só jantar; sex. e sáb. almoço até 15h e jantar até 1h; dom. só almoço). Aberto em 2007. $$$$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Aujourd’hui

Café A chef Edivânia Gomes recebe os clientes com camarão ao molho de ervas (R$ 29,90). Em seguida, vem o filé-mignon em molho madeira ao lado de risoto de cogumelo seco (R$ 46,90). Outra sugestão de prato principal é o frango ao molho do fundo da panela (deglaçado) mais creme de leite fresco e queijo parmesão finalizado no maçarico. Esse prato é ladeado por arroz de amêndoa e maçã caramelizada (R$ 28,90). Na sobremesa romeu e julieta, Edivânia junta queijo de coalho, goiabada, chocolate branco e parmesão, de novo, finalizado no maçarico (R$ 16,90). À noite tem MPB, pop rock e forró ao vivo, ao custo de R$ 15,00 o couvert artístico.

Rua Irmã Lúcia, 146, Casa Forte, 3033- 4204 (65 lugares). 12h/0h (qui. abre às 18h30; dom. até 17h; fecha seg. a qua.). Aberto em 2012. $$$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Barchef

O principal restaurante do complexo gastronômico ocupa um prédio erguido em 1809. Acomodado na varanda ou na área climatizada, o cliente pode começar a refeição pelo filé-mignon recheado de croû- tons, salaminhos e ervas, sobre cama de queijo e parmesão (R$ 48,00, para duas pessoas). Em seguida, chegam lagostins grelhados com espaguete de pupunha ao molho cremoso de vinho branco e de tomates (R$ 64,00). Para fechar, duo de brownies de chocolate preto e branco, calda de chocolate quente e sorvete de creme (R$ 22,00). Todo mês, a casa monta um menu promocional diferente que contempla entrada, prato principal e sobremesa por R$ 68,00.

Avenida Dezessete de Agosto, 1893, Poço da Panela, 3204-8500 (450 lugares). 19h/1h (sáb. 12h/1h; dom. 12h/16h; fecha seg.). Aberto em 2012. $$$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Bistrô & Boteco

Neste endereço, quem escolhe um corte de carne tem direito ao rodízio que reúne cerca de vinte guarnições, entre elas feijão-preto, salada, diversas variedades de arroz, purê de batata e outras. A maminha sai a R$ 33,00. No arremate, a sobremesa das freiras é composta de camadas de biscoito entremeadas por sorvete de creme e calda quente de chocolate (R$ 18,00). Às sextas, a refeição é embalada por apresentações ao vivo de MPB. No sábado, a trilha sonora é pop rock.

Shopping Recife, 3125-4237 (160 lugares). 11h30/22h30 (sex e sáb. até 0h; dom. 12h/21h30). Aberto em 2012. $

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Capitão Lima

Neste prédio do século XIX, a refeição pode ser iniciada com porção de linguiça alemã de pernil suíno e pão francês crocante (R$ 14,90). De sexta a domingo serve eisbein, em que joelho e pernil de porco defumado são escoltados por chucrute, batata na manteiga e arroz com castanhas (R$ 121,00, para duas pessoas). O pernil (de carneiro) à moda nova capela tem cobertura de molho ferrugem e alho frito. A guarnição é o rubacão, um tipo de baião de dois cremoso (R$ 44,90). Refogado com curry e banana-da-terra, o camarão da terra acompanha farofa de tapioca, quibebe de jerimum e arroz (R$ 42,90). O desfecho fica a cargo do sorvete artesanal de pistache da olindense La Glace (R$ 13,90).

Rua Capitão Lima, 102, Santo Amaro, 3222-5244 e 99450-0262 (80 lugares). 11h45/15h30 (sáb. e dom. até 16h). Aberto em 2006. $$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Casato Bistrô

No cardápio do chef Duca Lapenda a linguiça alemã em espiral é um prato de entrada. Levemente picante, tem a companhia de mostarda de Dijon, geleia de pimenta e torradas (R$ 38,00, para duas pessoas). Na etapa principal, o camarão empanado e frito com cream cheese e molho de limão-siciliano, guarnecido de risoto de parmesão, custa R$ 56,00. Já o picadinho brasileiro, que entrega filé-mignon ensopado em vinho tinto com legumes e, por cima, um ovo estrelado, sai por R$ 65,00 para duas pessoas. A taça de espumone de queijo de minas e frutas vermelhas encerra o programa (R$ 18,00). O tinto francês Château du Barry Bordeaux 2013 acrescenta R$ 99,00 à conta.

Avenida Rui Barbosa, 1503, Graças, 3034-8909 (120 lugares). 11h30/16h e 19h/0h (ter. e dom. só almoço; fecha seg.). Aberto em 2013. $$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Coco Bambu

A rede cearense aportou no Recife no ano passado. O couvert especial consiste de camarões marinados, tomate seco, queijo de minas fresco e temperado, tomate grelhado com alho frito, berinjela, ceviche de salmão, torradas e pães de queijo (R$ 44,00). Na sequência, surgem pedidos principais em quantidade suficiente para quatro pessoas, caso do camarão sobre arroz cremoso, ervilha, presunto e molho branco gratinado com mussarela, acompanhado de batata palha (R$ 165,00). O crustáceo também aparece na rede de pescador, que combina ainda lagosta, mexilhões, peixe do dia e lula grelhados e banhados em molho provençal. Ao lado, os garçons acomodam uma travessa de arroz de açafrão (R$ 294,00). O vinho da casa, um branco português produzido pelo enólogo Luiz Duarte com uvas antão vaz, arinto e alvarinho, custa R$ 75,00.

Shopping Recife, 3038-7080 (700 lugares). 11h30/0h (qui., a sáb. até 1h). Aberto em 2016. $$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Dom Pedro

Este tradicional endereço no centro da cidade já completou meio século de vida. Políticos, jornalistas e funcionários de bancos e escritórios da região petiscam bolinho de bacalhau (R$ 18,00, seis unidades) antes de investir nas especialidades da casa. O cabrito assado é guarnecido de arroz à grega e farofa matuta de tomate, pimentão e cebola puxados na manteiga de garrafa (R$ 75,00). A versão é individual, mas satisfaz duas pessoas. Ao sair do forno, o filé de pescada-amarela junta-se a arroz de marisco e molho de camarão (R$ 38,00). Doces de caju, jaca e goiaba em calda são vendidos a R$ 7,00 cada um, ou R$ 8,00, se incrementados com creme.

Rua do Imperador, 376, Santo Antônio, 3224-3762 (80 lugares). 11h/22h. Aberto em 1967. $

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Entre Amigos Bode

Na lista de petiscos para compartilhar, figuram a cafta de cordeiro recheada de mussarela, que chega à mesa com molho de iogurte e hortelã (R$ 29,95), e a fondue sertaneja, em que cubos de carne de bode mais macaxeira frita e fatias de linguiça são mergulhados em queijo de coalho derretido dentro do pão italiano (R$ 63,90). O pernil de bode, que, depois de descansar em vinho e ervas, é assado ao forno, continua sendo uma das especialidades da casa. Seus acompanhamentos são feijão-verde, arroz de carreteiro, batata ao murro, farofa de jerimum, pirão de queijo e geleia de menta. Ao custo de R$ 183,90, o prato é suficiente para até quatro apetites. Completam os pedidos a caipirosca de caju com limão (R$ 16,50) e a cocada de forno com queijo parmesão e sorvete de tapioca (R$ 22,95). Na unidade de Boa Viagem, tem rodízio de sushi (dom. a qui. R$ 69,90; sex. e sáb. R$ 79,90).

Rua Marquês de Valença, 30, Boa Viagem, 3312-1000 (700 lugares). 11h/2h. Rua da Hora, 695, Espinheiro, 3222-6705 (500 lugares). 11h/2h. Aberto em 1994. $$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Giardino Bistrô

Da cozinha de influência mediterrânea praticada pela chef Karina Braz, saem a polpetta recheada de ricota e espinafre ao molho de tomate (R$ 28,00) e os camarões empanados em farinha panko, fritos, para comer com molho de mostarda ou rosé (R$ 37,00, oito unidades). Na sequência, em porções individuais, chegam magret de pato com risoto de cogumelos (R$ 65,00) e filé-mignon ao vinho tinto com risoto de queijo Prima Dona (R$ 59,00). Boa escolha para acompanhar é o tinto italiano Sangiovese di Romagna Superiore, safra 2015, do produtor Camp del Sole (R$ 77,00). O petit gâteau de doce de leite é ladeado por sorvete de creme e custa R$ 25,00. De segunda a sexta, tem menu executivo com entrada, prato principal e sobremesa — o que combina carpaccio de vitela, filé-mignon ao poivre e panacota de manga sai por R$ 59,00.

Rua Santo Elias, 358, Espinheiro, 3204- 7342 (150 lugares). 12h/16h e 19/0h (dom. só almoço). Aberto em 2010. $$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Just Madá

Madalena Albuquerque converteu seu restaurante em uma casa de pratos rápidos e sanduíches de inspiração variada. Abre sem intervalo, até as 8 da noite, só às quintas e sextas. O croque monsieur, feito com pão de fôrma, vem com salada e custa R$ 17,00 — mesmo preço do misto de mussarela, presunto e tomate no brioche. Para petiscar com pão francês, tem burrata mais tomate confitado em azeite e balsâmico (R$ 44,00).

Avenida Conselheiro Aguiar, 1360, loja 31, Boa Viagem, 3467-4618 (50 lugares). 12h/20h (fecha dom. a qua.). Aberto em 2005. $$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Leite

Com 135 anos de operação, é dos restaurantes mais antigos em funcionamento no Brasil. Para começar, duas pessoas podem dividir o bacalhau espiritual servido com torradas. Nessa entrada, o filé do pescado é desfiado e coberto por molho cremoso de cenoura e cebola gratinado com parmesão (R$ 52,00). Depois, o prato amantes do mar entrega filé de garoupa (ou dourado), camarão e lagostim grelhados na manteiga. Arroz de marisco vem como acompanhamento (R$ 88,00). Já o cabrito ao forno é guarnecido de batatas coradas e arroz de chouriço (R$ 50,00). De sobremesa, prove a musse de castanha de caju, mas não há doce que desbanque a cartola (R$ 15,00 cada uma).

Praça Joaquim Nabuco, 147, Santo Antônio, 3224-7977 (130 lugares). 11h/16h (fecha sáb.) Aberto em 1882. $$$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Le Chef Bistrô

Durval e Luciana Bacelar abriram o restaurante em maio de 2017. Ela é chef e divide com a consultora Taciana Teti a autoria do cardápio. Indicado para duas pessoas, o trio de tartare (salmão, filé- mignon e camarão) funciona bem como entrada — vai à mesa com chips de batata-doce e custa R$ 38,00. Na etapa principal, o magret de pato grelhado ao molho de damasco tem a companhia de risoto de gorgonzola (R$ 59,00). Um bom ponto final é o semifreddo de cappuccino, que leva calda de chocolate e licor de Amarula mais biscoito de amêndoa e chocolate (R$ 22,00). Enquanto espera os pedidos ou a mesa ficar pronta, é possível pedir ao barman um drinque. O que tem nome de adrenalina mistura vodca, licor de cajá, xarope de gengibre e suco de laranja (R$ 30,00).

Avenida Domingos Ferreira, 1097, Boa Viagem, 3129-6393 (94 lugares). 19h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. só almoço 12h/16h). Aberto em 2017. $$$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Massala

Este restaurante inaugurado no início de 2017 no bairro das Graças tem como trunfo saladas incrementadas. A composição do prato é feita a partir das escolhas do cliente, que tem à disposição uma oferta aproximada de cinquenta itens, entre verduras e frutas frescas, legumes, conservas e proteínas (carne de sol, calabresa, bacon, ricota e queijo de coalho). Há oito tipos de molhos, como mostarda e mel, parmesão e pesto de ervas. Na saladeira, à parte de promoções sazonais e alguns combos, a combinação mais barata custa R$ 13,90. A mais cara, R$ 21,90. São vendidas separadamente porções de camarão (R$ 12,90) e de filé-mignon grelhado, salpicão e creme de atum ou de salmão (R$ 9,90 cada uma). De fabricação própria, o iogurte natural com calda de manga, morango ou blueberry (R$ 3,90 cada um) dá a nota doce. Rua Joaquim Nabuco, 636, Graças, 3037-5773 (100 lugares). 11h/20h (dom. até 16h). Aberto em 2017. $$$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Modigliani Bistrô

No sobrado em que funcionava seu ateliê, a artista plástica Adriana Aliz montou um misto de restaurante e galeria, confiando o cardápio à consultoria da chef Luciana Sultanum. Para iniciarem a refeição, duas pessoas podem dividir o camarão crocante sobre creme de queijo e molho picante (R$ 39,00). Em seguida, ganhou o nome de Modigliani o pappar delle com camarão, vinho branco, ervas e tomatinhos assados, que custa R$ 57,00. O creme gelado de limão-siciliano com morangos flambados e farofa de bolacha é batizado em memória da pintora modernista Tarsila do Amaral (R$ 22,00).

Rua Dois Irmãos, 14, Apipucos, 3267-9192 (80 lugares). 19h/0h (sex. também almoço 12h/16h; dom. só almoço 12h/16h; fecha seg.). Aberto em 2015. $$$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Oma Pâtisserie e Bistrô

A partir das 19h, vigora o jantar, e a cozinha da chef Hellida Kelsch encaminha, para começar, linguine de pupunha com aspargos frescos, amêndoas e molho à base de azeite, redução de balsâmico e semente de coentro (R$ 34,00). O filé-mignon mais brioche, musseline de mandioquinha e terrine de foie gras dá sequência à refeição (R$ 78,00). Na hora da sobremesa, um creme de tiramisu, com frutas do bosque e pralinée de amêndoa, é disposto sobre base de sablée breton, uma massa crocante de manteiga, açúcar e farinha (R$ 38,00). A casa monta chá da tarde a partir das 15h, quando faz sucesso a bailarina, uma coleção de quarenta quitutes de pâtisserie francesa, do tipo croissant, geleia, miniquiche e tortinha (R$ 68,00, para duas pessoas). É para saborear sem pressa, na companhia de chá de gengibre e limão (R$ 8,00).

Rua José de Godói Vasconcelos, 109, Parnamirim, 3049-0092 (75 lugares). 11h/23h (sex. e sáb. até 0h; fecha dom.). Aberto em 2013. $$$$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Papacapim

Durante o almoço, o acesso ao variado bufê é livre (R$ 35,40 de segunda a sexta; R$ 40,40 aos sábados e domingos). Ali se enfileiram receitas regionais, pescados, saladas, massas e grelhados. À noite, funciona à la carte. Fazem sucesso as pizzas de mussarela, shiitake, parmesão, alho, salsinha e raspas de limão (R$ 51,90, seis pedaços; R$ 59,90, oito pedaços) e de mussarela de búfala, molho de tomate, tomate-cereja assado, parmesão e azeitona (R$ 49,90, seis fatias; R$ 56,90, oito fatias). O hambúrguer do papa é feito de um blend de carnes bovinas, mussarela, alface, tomate fresco, cebola grelhada, bacon e maionese caseira, no pão tradicional (R$ 23,90).

Avenida Rui Barbosa, 1397, Graças, 3427-0010 (330 lugares). 11h30/15h e 18h/23h (sex. e sáb. até 0h). Rua Jack Ayres, 288, Boa Viagem, 3326-6150 (330 lugares). 11h30/15h e 18h/23h (sex. e sáb. até 0h). Aberto em 2003. $$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Papaya Verde

O chef João Asfora conduz o bufê variado em que sobressaem receitas de inclinação árabe do tipo cafta, homus e fatuche. Por R$ 64,99 o quilo (R$ 69,99 aos sábados e domingos), encontram-se também outras propostas. No nome de filé-mignon à jerusalém a peça é selada e fatiada sob molho de tahine e mostarda de Dijon. O salmão surge ao forno com tapenade de azeitona e zátar perfumada por hortelã e coentro frescos e, em outra versão, temperado com canela e ladeado por banana frita e queijo manteiga. Para quem não come carne, tem bobó de castanha, moqueca de manga, omelete de grão-de-bico e faláfel. Atração à parte, a mesa de doces exibe baklava (massa filo recheada de castanha, pistache e mel), torta de chocolate com amora e pudim de castanha mais creme de limão e calda de chocolate (R$ 69,99 o quilo).

Rua Santo Elias, 409, Espinheiro, 3241-6342 (140 lugares). 11h30/15h30. Aberto em 1995. $

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

O Pátio Café & Cozinha

Há dois salões climatizados, além de varanda e jardim com chafariz. No almoço de segunda a sexta, pagam-se R$ 35,90 para ter acesso livre ao bufê de pratos como cafta de cordeiro com geleia de pimenta e trouxinha de frango, alho-poró, cream cheese e molho de acerola. À la carte, o filé de pescado grelhado na manteiga de ervas, servido com camarões, amêndoas e risoto cremoso de limão-siciliano, custa R$ 54.90. Sugestão de sobremesa, o petit gâteau de doce de leite com sorvete de banana caramelada custa R$ 16,90. A partir das 15h30, a casa oferece chá da tarde. O maior sucesso é o sanduíche de brownie (R$ 9,90) — o cliente escolhe o sabor da massa e da calda. Nas tardes de quarta e quinta, alinham-se sobre a bancada quarenta quitutes e bebidas, entre eles pudim, coxinha, suco, água e café coado. O preço é único (R$ 37,90).

Avenida Rui Barbosa, 141, Graças, 3034-3534 e 99771-1615 (150 lugares). 12h/20h (qua. e qui. até 23h; sex. até 1h; dom. até 17h; fecha sáb.). Aberto em 2005. $$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Prouvot Bistrô

Ainda que na área climatizada predomine um clima mais tranquilo, lá fora, no jardim, a atmosfera é informal e dá uma pista do jeitão familiar da casa de Julio Prouvot e seu irmão mais velho, Hugo: as mesas ficam embaixo de árvores cercadas por paredes grafitadas e há espaço de lazer para crianças. Dá para petiscar em dupla os legumes orgânicos com atum selado e teriyaki (R$ 58,00) e o steak tartare com mostarda, picles e torradas (R$ 45,00). Na linha principal, é suave a crosta de alho que envolve o camarão guarnecido de risoto de limão (R$ 74,00). Manifesta-se também neste endereço o envolvimento de Hugo com a confecção de pizzas — ele está à frente da nova Prouvot Pizza DOC, em Boa Viagem. Disco de oito fatias, a praia do sancho tem cobertura de bacon, cebola, ovo caipira, parmesão e pimenta-do-reino (R$ 59,00). Antes da conta, o espumone de cream cheese, goiabada e farofa crocante adoça o paladar (R$ 20,00).

Rua Albino Meira, 58, Parnamirim, 3032-3627 (160 lugares). 12h/16h e 18h/0h (ter. a qui. só jantar; fecha seg.). Aberto em 2013. $$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Reteteu Comida Honesta

Tudo começou em 2014, quando a marca comandada pelo chef Thiago das Chagas e a sócia Lourdes Barbosa vendia comida congelada por encomenda. Quase dois anos depois, a empresa seria convertida em restaurante. Boa entrada, a porção de oito pastéis de caranguejo sai por R$ 22,50. Os pratos principais são bem servidos. A moqueca de peixe e camarão vem escoltada por pirão, arroz branco e farofa. Dá para três pessoas e custa R$ 98,00. O bife a cavalo, para dois, sai por R$ 68,00 e conta com porções de farofa de ovo, batata chips e arroz biro biro. Faz o papel de sobremesa o bolo de chocolate denso, que leva sorvete caseiro de doce de leite e areia de cacau (R$ 15,90).

Rua Professor Otávio de Freitas, 256, Encruzilhada, 3204-4137 (70 lugares). 12h/15h (sáb. e dom. até 16h; fecha seg.). Aberto em 2015. $

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Solar do Douro

Em um dos prédios comerciais mais movimentados da capital, oferece cardápio variado. A salada de carpaccio chega à mesa invertida, com mix de folhas, molho de mostarda, cogumelo-de-paris e parmesão sob lâminas de carne e alcaparras fritas (R$ 26,00). Cozida a vácuo por duas horas em temperatura baixa, a lagosta recebe tempero de manteiga de tomilho fresco, sal e pimenta. É servida ao lado de uma porção de risoto de queijo Picobello (R$ 62,00). O nhoque de batata-doce, que tem croûtons de bacon na massa, chega à mesa na companhia de ragu de filé-mignon e vinho tinto (R$ 22,00). Para encerrar o almoço, a pedida é uma porção de minichurros de doce de leite mais sorvete de creme (R$ 16,00).

Avenida Engenheiro Antônio de Góes, 60, JCPM Trade Center, Pina, 3204-3917 (120 lugares). 7h/16h (fecha sáb. e dom.). Aberto em 2016. $$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Villa Cozinha de Bistrô

Os camarões gratinados com queijo brie e gorgonzola mais lâminas de pêra (R$ 39,90) abrem o apetite de duas pessoas para as receitas principais, a exemplo da pescada-amarela grelhada sobre arroz de jerimum e um toque de gengibre. Junto ao peixe, acomodam-se ainda acelga amanteigada e farofa de cebola (R$ 44,90). Em outra sugestão, dois medalhões de filé- mignon grelhados cobrem o risoto de cogumelos gratinado em uma mistura de queijos minas e parmesão (R$ 49,90). É possível escolher o vinho diretamente da adega, onde descansa o tinto chileno Ventisquero Reserva Pinot Noir 2015, produzido no Valle de Casablanca (R$ 83,00). O crumble de maçã com sorvete de creme e calda de caramelo salgado finaliza os pedidos (R$ 18,40).

Rua da Hora, 330, Espinheiro, 3426-2902 e 98889-5020 (120 lugares). 12h/15h e 18h30/23h30 (sex. e sáb. até 0h; dom. só almoço até 16h). Aberto em 2007. $$$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Wiella Bistrô

O chef Silvio Romero sugere de entrada o petit haddock, um combinado do peixe mais cogumelos, chantili de caviar de salmão e torradas (R$ 42,00). Fazem bom papel de prato principal o carré de cordeiro com ervas e risoto de cogumelos (R$ 85,00) e a pescada-amarela mais risoto de limão-siciliano (R$ 65,00). Um carrinho de doces circula pelos dois salões climatizados e pela área externa carregado de sobremesas do tipo minitorta e pudim de nozes (23,00 cada um).

Avenida Engenheiro Domingos Ferreira, 1274, loja 16, Shopping da Decoração, Boa Viagem, 3463-3108 (150 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sáb. só jantar; dom. só almoço). Aberto em 2003. $$$$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

PERUANO

Chiwake

Ao completar uma década, o primogênito dos dois restaurantes mantidos atualmente pelo cozinheiro Biba Fernandes no Recife (o outro é o Chimama) ganhou uma varanda climatizada. Funciona como entrada o tartare de atum temperado no estilo nikkei — que pode levar gengibre e óleo de gergelim — mais guacamole e chips da banana-da-terra (R$ 49,00). Depois, o polvo grelhado junta-se a salada de batata, ají amarillo e anéis crocantes de lula. Tem acompanhamento de ceviche feito com um pescado fresco do dia (R$ 99,00). Escolha que permite provar quatro modos de preparo, o festival (de ceviche) tem peixe fresco, camarão, pescado no modo oriental (marinado com limão, shoyu e gengibre) e tiradito (lâminas no lugar de cubos). Custa R$ 85,00. À parte as receitas do mar, o bife de chorizo em molho oriental à base de shiitake mais farofa de coentro e legumes grelhados na chapa sai por R$ 69,00. Completa os pedidos o merengue de morango (R$ 23,00). Por R$ 82,00, o vinho branco chileno Veo Grande Chardonnay Viognier deixa a adega onde repousam garrafas de oitenta rótulos.

Rua da Hora, 820, Espinheiro, 3423-1529 (74 lugares). 12h/16h e 19h/23h (ter. e qua. só jantar; qui. jantar até 0h; sex. e sáb. jantar até 1h; dom. só almoço; fecha seg.). Aberto em 2007. $$$$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

PORTUGUESES

Antiquário

Se a entrada insinua um apego ao perfil tradicional da especialidade — bolinho de bacalhau (R$ 25,90, com seis unidades) —, o prato principal mostra que a cozinha está disposta a experimentar: o filé-mignon que tem o nome da casa é gratinado com queijo mussarela ao molho de mostarda e alcaparras e vai à mesa com arroz de brócolis e batata corada (R$ 53,90, para duas pessoas). Já o cabrito guisado ladeado por arroz, feijão-verde e farofa (R$ 52,90, para duas pessoas) pode ser saboreado junto de uma das 35 cachaças da carta, como a paraibana orgânica Serra Limpa (R$ 7,90 a dose). Tudo termina em cartola à moda pernambucana: banana frita, queijo manteiga, açúcar e canela (R$ 13,90). Voz e violão animam o ambiente de quinta a sábado a partir das 21h (R$ 6,00 o couvert artístico).

Publicidade

Rua do Cupim, 250, Graças, 3244-0152 (160 lugares). 11h30/0h (sex. e sáb. até 2h; dom. até 19h). Aberto em 2006. $$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tasca

Um dos maiores sucessos da cozinha das irmãs Silvina Moreira e Socorro Souto Maior é a entradinha canoa à tasca — uma batata gratinada e recheada de bacalhau (R$ 24,50). Outro prato protagonista de pedidos, agora entre os principais, é o arroz de marisco que mistura lula, camarão, polvo, lagosta e sirigado (R$ 140,50, para duas pessoas). O bacalhau desfiado com cebola e batata, envolvido em natas e gratinado (R$ 127,00, para duas pessoas), harmoniza com o vinho verde Casal Garcia 2012 (R$ 79,90), uma das setenta sugestões da carta. Pavê de biscoito champanhe (R$ 19,50) e pastel de nata (R$ 10,50) disputam o último pedido.

Publicidade

Rua Dom José Lopes, 165, Boa Viagem, 3326-6309 (82 lugares). 18h30/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. só almoço 12h/17h; fecha seg.). Aberto em 1980. $$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tasquinha do Tio

Pertence aos donos do Tio Armênio, que usaram galinhos de Barcelos, poemas de Fernando Pessoa e azulejos para dar ao ambiente um jeito lusitano. Na varanda com vista para Boa Viagem, saboreiam-se croquete de pato (R$ 29,00, seis unidades) e panelinha de bacalhau ao azeite com alho, cebola e ovo caipira (R$ 29,00). Em seguida, chegam os pratos principais. O polvo à lagareiro é guarnecido de batata ao murro, tomate e brócolis (R$ 97,00); o caldoso arroz de frutos do mar incorpora lula, mexilhão, camarão e polvo (R$ 93,00). Essas receitas são recomendadas a duas pessoas, mas há versões individuais, mais contidas no tamanho e no preço — R$ 51,00 e R$ 49,00, respectivamente. Para terminar, tem rabanada em calda de vinho do Porto (R$ 16,00) e cheessecake de bolo de rolo (R$ 19,00).

Publicidade

Avenida Boa Viagem, 560, Pina, 3465-4143 (150 lugares). 11h30/0h (qui. 11h30/1h; sex. e sáb. 11h30/2h). Aberto em 2016. $$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Verde Gaio

O cardápio reflete as memórias de uma cidade no centro de Portugal — a família dos proprietários tem origem em Viseu. Seguindo a tradição, o bolinho de bacalhau (R$ 28,00, com quatro unidades) antecede o bacalhau à gomes de sá: em lascas, puxado no azeite com batata, ovo e salsa, guarnecido de arroz (R$ 110,00, para duas pessoas). Refogado na manteiga e no azeite junto de tomate, cebola, pimentão e ervilha, o camarão vila franca tem a companhia de porções de arroz e pirão (R$ 125,00, para duas pessoas). O pastel de nata, vendido por unidade (R$ 7,00), é um bom pretexto para adiar o fim do almoço.

Publicidade

Rua Antônio Camillo Dias, 47, Madalena, 3227-2256 (30 lugares). 12h/15h (fecha seg.). Aberto em 1979. $$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Recanto Lusitano

É impossível falar de um recanto lusitano, azulejado e inaugurado nos anos 1980 sem se referir a petiscos certeiros como o bolinho de bacalhau (R$ 6,00 a unidade) e o chouriço português acebolado (R$ 19,50, para duas pessoas). Atrás deles, logo acenam escolhas mais substanciosas, caso do bacalhau à narcisa, uma posta alta dourada no azeite com cebola, batata cozida e alho (R$ 125,90), e do pernil de cordeiro assado inteiro, junto de batatas coradas e arroz de rúcula (R$ 94,90). Ambos em quantidade suficiente para duas pessoas. A sobremesa não foge aos seus: pastel de nata (R$ 11,00 cada um).

Publicidade

Rua Antônio Vicente, 284, Boa Viagem, 3462- 2161/3341-9790 (80 lugares). 11h45/15h e 18h45/23h30 (dom. 11h45/16h30; fecha seg.). Aberto em 1980. $$

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Rui Paula

Isca de foie gras com purê de maçã e torradas (R$ 140,00) e bolinho de bacalhau (R$ 23,00, quatro unidades) figuram na lista de abre-alas mais requisitados. Dão sequência o lombo de bacalhau em crosta de broa, junto com espinafre e batata ao murro (R$ 99,00) e o prime rib — costela bovina ladeada por tagliatelle ao molho de queijo trufado (R$ 120,00). Pastel de nata (R$ 10,00) e tartare de chocolate e espuma de vinho do Porto (R$ 24,00) se destacam entre os doces. Um pianista faz a trilha sonora nas noites de quinta e sexta e, no almoço, às sextas e aos sábados. Este é o primeiro restaurante do chef português Rui Paula fora de seu país. Shopping RioMar, 3048-4293 (100 lugares). 11h30/0h (seg. e ter. até 22h; qua. até 22h30; dom. até 18h). Aberto em 2013. $$$$

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Tio Armênio

O croquete de pato guarnecido de molho de alho (R$ 28,00, com seis unidades) atiça o apetite para o que vem depois: um filé-mignon ao molho madeira flambado no uísque com shiitake mais arroz de tomate fresco e batata portuguesa (R$ 76,00, para duas pessoas). O nome do estabelecimento, aliás, não só batiza esse último prato como é uma homenagem ao tio dos proprietários, primeiro português da família a chegar ao Recife. Duas pessoas também podem partilhar o bacalhau à moda do chef, uma posta alta grelhada no azeite e depois refogada com pimentão, cebola, brócolis e mais azeite. O conjunto é ladeado por arroz de brócolis e batata sautée (R$ 96,00). O toque final, doce, pode ser a cheesecake de bolo de rolo com sorvete de creme (R$ 19,00).

Shopping Recife, 3463-1873 (160 lugares). 9h/22h (dom. 12h/21h). Shopping RioMar, 3039- 2773 (180 lugares). 9h/22h (dom. 12h/21h). Aberto em 2006. $$

Publicidade