Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os melhores cafés de Porto Alegre

Confira os endereços da categoria que valem a visita

O roteiro a seguir integra a edição digital de VEJA COMER & BEBER Porto Alegre 2018/2019:

Agridoce Café
Num casarão quase centenário, prepara seus cafés com grãos colhidos no Sítio Santa Rita, em Minas Gerais. Enquanto o expresso se revela licoroso e com baixo amargor (R$ 5,00 a taça de 30 mililitros, R$ 7,50 a de 60 mililitros), o cappuccino chama atenção por ser mais encorpado do que de costume (R$ 7,50 a taça de 150 mililitros). Para um lanche rápido, o brioche com pasta de tomate seco ou azeitona (R$ 9,00) e o creme de moranga com gengibre, parmesão e torradinhas (R$ 22,00) são boas escolhas. No arremate, vai bem a torta com base de brownie, creme de café, ganache de chocolate meio amargo e castanhas-de-caju (R$ 14,00). Rua Sarmento Leite, 1024, Cidade Baixa, ☎ 3392-7746 (84 lugares). 12h/22h (fecha seg.). Aberto em 2014.

Amo.Te Lisboa
É da Almada, a cidade do proprietário, o português Filipe Lopes, que vieram as receitas executadas neste café com ares de espaço cultural. Comece com o pastel de bacalhau (R$ 8,00), que faz boa parceria com um cálice de vinho do Porto (R$ 7,00, 50 mililitros). Queridinho de qualquer casa lusitana, o pastel de nata divide as atenções com o pastel de santa clara e com o toucinho do céu, feito com gema de ovos sob uma crosta de amêndoas e açúcar de confeiteiro (R$ 7,00 cada um). Para acompanhar, expresso (R$ 4,50 o pequeno, R$ 6,00 o duplo) ou cappuccino (R$ 8,00). Avenida Independência, 1211, loja 31, Independência. Não tem telefone (6 lugares). 9h30/19h (fecha dom.). Aberto em 2016.

Baden Cafés Especiais
Oriundos de Minas Gerais, Espírito Santo e Paraná, os grãos de café especiais são torrados no próprio local e preparados de modos diversos — repare, por exemplo, como a bebida coada no Hario V60 (R$ 13,00, 150 mililitros, e R$ 16,00, 300 mililitros) é totalmente diferente da que é feita com o aeropress. Vendido a R$ 6,00, o expresso pode ser substituído pela versão com cardamomo (R$ 8,50). O combo inclui expresso carioca e banana fatiada com um fio de melado (R$ 9,00). Em dias de calor, tem boa saída o coquetel da casa. Sem álcool, ele mistura sucos de laranja e limão, xarope de romã batido com gelo e café ristretto (R$ 20,00). Para uma refeição rápida, peça a quiche de  abobrinha italiana com tomate seco, cogumelo, ricota e alho-poró (R$ 16,00). Avenida Jerônimo de Ornelas, 431, Santana, ☎ 3209-7427 (63 lugares). 11h30/20h30 (sáb. 14h/20h; fecha dom.). Aberto em 2012.

Café do Avesso
Bom acompanhamento para o expresso, feito com grãos orgânicos (R$ 5,50), o pão de cenoura é servido quentinho e recheado com requeijão (R$ 6,00). A quiche de queijo parmesão e presunto de Parma  (R$ 15,90) faz boa companhia ao chá gelado de hibisco com limão (R$ 12,90). Um dos doces mais requisitados é a torta que une três tipos de musse de chocolate sobre massa de biscoito (R$ 13,00). Outro hit é o sorvete de quindim trufado, servido ao contrário — a casquinha vem em cima da bola (R$ 17,90). Rua da República, 303, loja 1, Cidade Baixa, ☎ 3237-6983 (28 lugares). 10h/20h30 (seg. até 19h30; sáb. e dom. a partir das 13h). Aberto em 2018.

Café do Duque
No trecho mais alto da Rua Duque de Caxias, o charmoso estabelecimento se vale de grãos de cafés plantados em vários cantos do país. O expresso (R$ 5,00) é uma das pedidas mais recorrentes, embora o duquesa, um expresso com leite vaporizado e essência de macadâmia, servido num copo com borda de Nutella, ganhe cada vez mais entusiastas (R$ 14,90). Do menu doce destaca-se a torta de banana, que chega à mesa com doce de leite (R$ 13,90). De segunda a quinta há opção de almoço com salada, prato do dia e arroz com feijão (R$ 24,90). Mais elaborado, o combinado de sexta sai a R$ 35,90. Sábado é dia de brunch, cujas receitas mudam a cada semana (R$ 35,90). Rua Duque de Caxias, 1354, Centro Histórico, ☎ 3254-0308 (32 lugares). 10h/19h30 (sáb. a partir das 12h; fecha dom.). Aberto em 2014.

Café do Margs
Com intensa programação musical, o café está situado no Museu de Artes do Rio Grande do Sul. Quem gosta de bebidas açucaradas costuma aprovar o café com licor de menta (R$ 12,00) e o que leva licor de chocolate e conhaque (R$ 15,00). O sanduíche de pão sírio com frango, queijo gratinado e salada verde (R$ 15,00) é uma das boas sugestões para driblar a fome, assim como a salada de maçã com nozes, alface americana, iogurte e queijo gouda (R$ 15,00). Para uma refeição mais substanciosa, peça o risoto de funghi (R$ 20,00) ou os cremes de moranga, milho ou ervilha (R$ 16,00). O apfelstrudel com sorvete custa R$ 15,00. Aos sábados, a partir das 17h, há shows no local (couvert artístico, R$ 10,00). Praça da Alfândega, s/no, Centro Histórico, ☎ 98904-0887 (60 lugares). 10h/19h (fecha seg.). Aberto em 1998.

Café do Mercado
A moagem de grãos de café na hora e na frente da clientela é motivo de orgulho para esta tradicional cafeteria. Pelas máquinas passam variedades como o café orgânico proveniente do Espírito Santo (R$ 17,25, pacote de 250 gramas) e o tradicional da casa (R$ 10,25, pacote de 250 gramas), composto de um blend de grãos fortes e suaves do sul de Minas Gerais. No menu diário, o cappuccino é preparado apenas com leite vaporizado e expresso (R$ 7,70, 120 mililitros) e, por vezes, combina com as empadinhas de frango com requeijão ou palmito (R$ 7,00 a unidade). Mercado Público Central, loja 103 e banca F, centro, ☎ 3029-2490. 8h/19h30 (sáb. 9h30/17h; fecha dom.). Avenida Borges de Medeiros, 453, loja 8, Galeria Cinema Vitória, centro, ☎ 3286-5037. 8h/19h (fecha dom.).

Café do Porto
Pioneira na ocupação comercial da rua, Ana Cláudia Bestetti serve um blend de grãos criados por ela (coados, custam R$ 18,00; na versão expressa, R$ 6,00). O cappuccino com leite vaporizado, raspas de chocolate e toque de canela (R$ 14,50) agrada nos dias frios e combina bem com a torta de banana com massa de aveia, açúcar mascavo, mel, doce de leite, chantili e canela (R$ 16,00). Novidade recente, a bruschetta de cogumelo-de-paris, gorgonzola, rúcula e cebola caramelada sai por R$ 28,00 (duas unidades). Rua Padre Chagas, 293, Moinhos de Vento, ☎ 3346-8385 (50 lugares). 8h/22h (qui. a sáb. até 23h; dom. a partir das 9h). Aberto em 1995.

Café & Prosa
Instalado nos jardins da floricultura Winge, na ativa desde 1886, o café tem como destaques o vanilla ice coffee (R$ 13,00) e o mocha animal, um expresso com calda de chocolate, baunilha e espuma de leite (R$ 10,00). Na hora de comer a clientela tem dado preferência ao sanduíche carne loka, novidade feita com carne de panela temperada com vinho, açúcar mascavo e azeitona preta, queijo mussarela e salada na baguete (R$ 22,00). Composta de três discos de pudim de claras recheados com pêssego e leite condensado e com cobertura de creme de baunilha, a torta verão custa R$ 12,50. Rua Doutor Mario Totta, 963, Tristeza, ☎ 3264-4954 (60 lugares). 10h/18h (sáb. e dom. a partir das 9h30; seg. a partir das 12h). Aberto em 2011.

Café República Cup
Quando o barista Eurico Albrecht abriu o Café República, em 2013, ele acabara de deixar uma carreira como oficial do Exército para se aventurar num ramo que pouco conhecia. Até iniciar o planejamento do seu ponto comercial, a bebida não era mais do que uma agradável companhia para mantê-lo desperto no trabalho. Desde então, ele e o negócio, instalado no coração da Cidade Baixa, cresceram juntos. Ao longo dessa trajetória, Albrecht teve a chance de visitar produtores, saber mais sobre a sua principal matéria-prima, aprimorar o paladar e testar torras, moagens e preparos. Em 2016, o Café República Cup nasceu exatamente dessa ampliação de horizontes. Num espaço moderno e descolado, na mesma rua da primeira loja, o proprietário e a sua equipe compram grãos selecionados, fazem a moagem no momento do pedido e oferecem aos clientes oito métodos de extração de café, do tradicional expresso (R$ 5,00; 30 mililitros) ao menos comum sifão (R$ 26,00; 300 mililitros). Dentro do tópico “Experiências”, o menu convida o cliente a entender as nuances entre as várias formas de obtenção da bebida. É o caso do comparativo que coloca lado a lado um expresso e um café coado no Hario V60 (R$ 10,00 ou R$ 15,00, com 150 e 300 mililitros, respectivamente). O tom pouco usual também surge em outras opções líquidas, como no mojito elaborado com acréscimo de café (R$ 14,00). Na lista de comes, brilha uma substanciosa empada de pernil (R$ 10,00). Em reforma, a matriz da marca deve reabrir em julho. No número 38 da mesma via, ela manterá um cardápio menos variado que o desta loja. Rua da República, 358, Cidade Baixa, ☎ 3279-1753 (57 lugares). 9h/20h (dom. 12h/20h). Aberto em 2016.

Casa Spino
Reduto de ciclistas, a cafeteria é conhecida por recorrer a equipamentos de extração de cafés de designers gaúchos. Um deles, chamado cafezeiro da bronco, é uma adaptação do coador japonês Hario V60; o outro, um passador de cerâmica com um filtro de metal, que deixa a bebida mais encorpada e intensa. Vendidos a partir de R$ 6,00, os cafés são feitos com grãos especiais colhidos em Minas Gerais. Um dos sanduíches mais requisitados, o porcino combina carne de porco cozida na cerveja preta, mussarela e mix de folhas na baguete (R$ 19,00). Rua Félix da Cunha, 349, Floresta. Não tem telefone (20 lugares). 12h/20h (qui. até 22h; fecha seg., sáb. e dom.). Aberto em 2018.

Ginkgo 788
O lugar pode ser definido como um café-floricultura (seu nome homenageia a árvore gingko biloba, símbolo de paz e longevidade). Os grãos que dão origem aos expressos (R$ 4,90) e aos mocaccinos (R$ 11,00), entre outros, são todos de Minas Gerais e torrados no próprio endereço. Entre um gole e outro, prove a focaccia vegana (R$ 8,00) ou o bolo de cenoura com cobertura de ganache (R$ 9,00). Atenção: estava prevista para o fim do mês de junho a mudança para um novo endereço (Rua Coronel Bordini, 332, Auxiliadora). Avenida Osvaldo Aranha, 788, Bom Fim, ☎ 3508-1204 (80 lugares). 10h/20h (qui. a sáb. até 23h; dom. 11h/18h). Aberto em 2017.

Love it Café e Decoração
Misto de cafeteria e loja de decoração, vive apinhado de pets, todos muito bem-vindos. No café da manhã, os donos dos animais costumam apostar em combos como o que inclui café com leite, panqueca com geleia, mel e requeijão (R$ 20,00). Servido aos sábados, o brunch oferta quiches, bolos, pães, pão de queijo, frios, croissants, sanduichinhos, salada de frutas, iogurte, granola, mel, requeijão, ovos mexidos, sucos, chá, café, leite e caldos (R$ 49,00 por pessoa). O café coado com especiarias como canela, cardamomo ou anis (R$ 7,00) é uma das bebidas quentes sem erro. Rua Mariland, 884, Auxiliadora, ☎ 3094-3772 (50 lugares). 10h/19h (sáb. brunch até 14h30; fecha dom.). Aberto em 2013.

Mood to Go
A especialidade do empreendimento comandado pela paulistana Mi Caires são as receitas livres de glúten e lactose. O mocaccino (R$ 16,00), por exemplo, é preparado com leite de avelãs. Outra boa pedida é o frappuccino com doce de leite de coco (R$ 18,00). Para acompanhamento, a sugestão da casa é o queijo quente  vegano, com pão de aipim, manteiga de coco defumada e cebola caramelizada (R$ 16,00). Na seção doce aparecem sugestões como o bolo gordelícia, com massa de brownie, recheio de brigadeiro de leite de castanhas e cobertura de morangos e doce de leite de coco (R$ 16,00 a fatia). Rua Azevedo Sodré, 25, Boa Vista, ☎ 3019-4873 (30 lugares). 12h/19h (fecha dom.). Aberto em 2016.

Press Café
Sempre presente, a sócia e fundadora Carla Tellini serve uma linha de cafés especiais preparados com grãos colhidos na Mogiana, no interior de São Paulo. Alternativa ao aromático espresso (R$ 4,70), o pressppuccino nada mais é que o bom e velho cappuccino como manda a tradição italiana (R$ 9,60). Fazem sucesso, entre as dicas de acompanhamento, o croissant recheado com presunto e queijo (R$ 10,80) e o clássico mil-folhas de creme (R$ 9,20). Moinhos Shopping, ☎ 3395-1072 (22 lugares). 10h/22h30 (dom. e feriados 12h/21h). Mais cinco endereços. Aberto em 2002.

Sempre Bem Coffee Store
Quando era gerente comercial, Daiane Rolim costumava procurar cafeterias na cidade para trabalhar. Ao constatar a falta de locais considerados aconchegantes, viu uma oportunidade de negócio. Com ambiente convidativo, o dela serve café coado na hora (R$ 3,00) e expresso (R$ 4,00). Em dias frios, faz sucesso o chocolate quente com merengue (R$ 10,00, pequeno), que vai bem com a torta vegana de banana ou maçã (R$ 8,00 a fatia). Para quem chega com muita fome, há opções como torta recheada com frango (R$ 8,00 a fatia) e quiche integral de brócolis com ricota (R$ 10,00 a fatia). Avenida Nova York, 767, Auxiliadora, ☎ 98411-6464 (25 lugares). 10h/20h (sáb. a partir das 9h; fecha dom.). Aberto em 2017.

Valkiria Café
A decoração industrial com direito a encanamentos à vista é o pano de fundo para provar cafés preparados com grãos oriundos do sul de Minas Gerais e do Cerrado Mineiro. Responsável pela idealização das bebidas, a sócia Karine Camejo sempre recomenda o VLK, união de café, leite, chocolate 50% cacau e doce de leite que é servida quente ou fria (R$ 12,50 o duplo). De acompanhamento, vale pedir o pão de banana (R$ 4,50 a fatia). É servido puro, na chapa com manteiga ou ainda com doce de leite ou Nutella. Avenida Carlos Gomes, 604, Auxiliadora, ☎ 3024-3061 (50 lugares). 9h30/19h (sáb. 9h/18h30; fecha dom.); Avenida Coronel Lucas de Oliveira, 894, Bela Vista, ☎ 3907-1770 (20 lugares). 9h/21h (sáb. 14h/19h30; fecha dom.). Aberto em 2014.

Vive le Café
Os grãos de café manuseados pela barista e proprietária Sharon Hopperdizel são de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo e trazidos pela companhia Baden Torrefação. Para quem não abre mão do expresso, a sugestão é experimentar sua versão aromatizada com raspas de laranja (R$ 7,25). Ou compará-lo com o café preparado com o filtro japonês Hario V60,  mais delicado e com maior acidez (R$ 13,75). Ótima pedida para harmonizar, a notre dame é uma tortinha individual de musse de chocolate meio amargo e nozes (R$ 13,50). Praça Doutor Maurício Cardoso, 23, Moinhos de Vento, ☎ 3516-0628 (60 lugares). 12h/20h30 (seg. Até 19h30; sáb. 14h/20h; fecha dom.). Aberto em 2016.

William & Sons Coffee Co.
Antes de abrir as portas para o público, dois anos atrás, funcionava como uma torrefação. O café filtrado, preparado com grãos do Espírito Santo, Minas Gerais e Bahia, é a especialidade da casa (R$ 14,00) e faz boa companhia ao pão de queijo (R$ 8,50). Para quem busca um café gelado, a dica é o badalado cold brew, extraído a frio (R$ 10,00 o puro com gelo). Pode ser consumido puro, com leite ou água tônica. Os cinnamon rolls, aqueles pãezinhos americanos com recheio de canela (R$ 8,50), figuram entre os doces mais consumidos. Rua Pedro Ivo, 492, Mont’Serrat, ☎ 3508-0107 (30 lugares). 13h/19h30 (fecha seg. e dom.). Aberto em 2013.

Z Café
O tradicional expresso (R$ 4,50) e o cappuccino gelado (R$ 13,00) fazem boa companhia à torta z no palito, um picolé que combina chocolate e doce de leite (R$ 9,90). Não são poucos os que procuram o endereço para almoçar ou jantar. Para essa turma, a cafeteria prepara receitas como pescada do dia com salada de feijões e broto de alfafa (R$ 66,00) e filé  à parmegiana (R$ 56,00). Avenida Nilópolis, 543, lojas 2 e 3, Petrópolis, ☎ 3029-6490 (90 lugares). 9h30/0h. Mais cinco endereços. Aberto em 2004.