Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Orcs’ prometem destruir réplica de cidade de ‘O Senhor dos Anéis’

Depois de uma campanha para erguer Minas Tirith ter sido lançada, outro grupo quer juntar 1 milhão de libras para destruir a capital do reino fictício de Gondor

Um dia após a revelação de que um grupo de arquitetos e engenheiros fãs de O Senhor dos Anéis está arrecadando fundos para erguer uma réplica de Minas Tirith, cidade fictícia do universo criado por J.R.R. Tolkien, já há resistência ao movimento. Segundo o jornal britânico The Telegraph, outro grupo de fãs quer destruir o local, caso ele seja construído, e pede 1 milhão de libras para criar o cerco do exército de Orcs à cidade, retratado no livro final da série, O Retorno do Rei, e no longa de mesmo nome dirigido por Peter Jackson.

LEIA TAMBÉM:

Fãs fazem vaquinha para erguer cidade de ‘Senhor dos Anéis’

Conto inédito de Tolkien será publicado neste mês

Vulcão de ‘O Senhor dos Anéis’ entra em erupção

“Como leais servos do Senhor do Escuro, não podemos permitir que isso aconteça”, escreveu Tom Stacey ao lançar a campanha. Os interessados em destruir Minas Tirith podem ter cargos diferentes de acordo com o dinheiro doado. Por 10.000 libras, é possível ser um Comandante Orc, e por 100.000 libras os mais corajosos podem montar as criaturas que os Nazgûl, os cavaleiros negros que servem ao vilão Sauron, costumam comandar. “A Era dos Homens chegou ao final. A Era dos Orcs começou”, finalizou Stacey.

Em O Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei (2003), há uma cena em que os Orcs avançam contra Minas Tirith, capital do reino fictício de Gondor, onde Gandalf (Ian McKellen) comanda o exército que defende o local até que Aragorn (Viggo Mortensen) chega ao campo de batalha com uma ajuda que altera os rumos da luta.