Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘O Grande Hotel Budapeste’: particular Europa entre guerras

Visão própria sobre o período de Wes Anderson, diretor de 'Os Excêntricos Tennenbaums' (2001) e 'Moonrise Kingdom' (2012), abre a 64ª Berlinale

Em sua obra, o americano Wes Anderson tem se dedicado a reinventar, com romantismo, o mundo em que vivemos – especialmente, o mundo em que a classe média vive. Seus filmes não costumam se passar em uma época específica, mas ainda assim têm um que de antigos. No divertido O Grande Hotel Budapeste, que abre oficialmente a competição do 64º Festival de Berlim esta noite e foi exibido para jornalistas no início da tarde desta quinta-feira, é um pouco diferente. O romantismo está lá, intacto, mas o período demarcado com clareza: a década de 1930, a época entre as duas guerras mundiais que transformaram a Europa.

LEIA TAMBÉM:

Brasil volta a competir pelo Urso de Ouro depois de seis anos

Christoph Waltz se junta ao júri do Festival de Berlim

Cerimônia do Globo de Ouro 2015 já tem data definida