Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No Rock in Rio, saem os teens, chega a turma do preto

No único dia dedicado ao rock deste fim de semana, o público aproveita para tirar do armário as roupas escuras, cheias de tachas e rasgados

Com a saída de Beyoncé do Palco Mundo, no primeiro dia de Rock in Rio, a turma do pop deixou a Cidade do Rock e começou a abrir espaço para aqueles que se sentem mais à vontade vestindo preto. No dia em que se apresentam Capital Inicial, Thirty Seconds to Mars, Florence and the Machine e Muse, o público, em parte mais velho do que a garotada fã da diva pop americana, investiu em um visual mais rock n’roll.

Apesar do calor, as cores escuras ganharam volume pelo enorme terreno do festival. Camisetas do Led Zeppelin, Mick Jagger e Nirvana, acompanhados de short com tachas ou calças milimetricamente rasgadas são a moda do dia. Para as mulheres, também pega bem o batom vermelho e um óculos escuros para completar o visual. É uma prévia do que está por vir nos dias do Metallica e do Iron Maiden, na próxima semana.

Tamara Martins, de 18 anos, veio na sexta-feira com um short verde água e uma blusa com um unicórnio. “Uma roupa mais alegre”, define. Neste sábado, para se misturar melhor ao público do dia, deu uma mudada. Vestiu um short jeans, uma bota, uma blusa do Thirty Seconds to Mars e o batom vermelho. “Eu gosto mesmo é de rock”, diz.

Conheça todas as atrações do Rock in Rio 2013

O casal Marcelo de Oliveira e Maria de Deus Freitas, os dois com 48 anos, vieram de calça jeans e blusa preta. Ela com a estampa do Capital Inicial. Ele com a dos Beatles. “Somos normais, mas não temos o estilo arrumadinho”, avalia Maria, de cabelos ruivos e unhas pretas. Marcelo, com boné da Harley Davidson, cordão e anel de caveiras, diz que passou a ir a shows por causa da filha, Marcelle, de 17 anos, fã de rock. “Às vezes o Marcelo quer ir a repartições com blusa de caveira. Aí, eu falo que é melhor trocar de roupa”, brinca Maria. Os dois foram ao Rock in Rio em 2011 para assistir ao show do Guns N’ Roses. Marcelle, de cabelos com mechas azuis, também fará parte do público roqueiro do Iron Maiden. “Adoro roupa preta, short com meia-calça. Não uso vestido, não uso roupa apertada. Gosto de me vestir de forma mais largada”, conta.

Leia mais:

Leia mais: Ladrões fazem a festa no primeiro dia de Rock in Rio

Pela Cidade do Rock também circulam meninas com coroa de flores na cabeça, inspiradas pela Florence, que será a terceira apresentação da noite no Palco Mundo, pessoas de rosto pintado – ou pelo menos com o olho bem marcado pelo delineador -, e com bandanas. Destoando um pouco, de chapéu de brilho verde, brincos neon e blusa do Rock in Rio, Zilda Ferreira, de 57 anos, veio ver Dinho Ouro Preto, do Capital, e Muse. “Sou apaixonada por rock”, afirma.

Com um público misturado, no dia de Rock in Rio exprimido pelos cantores pop Beyoncé e Justin Timberlake, que se apresentará no domingo, o sábado reuniu famílias, adultos e jovens menos histéricos. A curitibana Nina Medina, de 20 anos, mais uma de blusa preta no gramado, definiu o estilo do dia: “Aqui é o mal arrumado calculado, planejado”, brinca, se dizendo pertencente ao grupo do “despojado, mas nem tanto”.

LEIA TAMBÉM:

Cidade do Rock é invadida pelos fãs de Beyoncé

Cambistas vendem ingressos para o Rock in Rio no terminal Alvorada

‘É o melhor line-up da história do Rock in Rio’, diz Medina