Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morreu Judy Lewis, filha ilegítima de Clark Gable e Loretta Young

Judy Lewis, que ficou sabendo em adulta que era a filha ilegítima dos astros de Hollywood Clark Gable e Loretta Young, morreu em Gladwyne, Pensilvânia, aos 76 anos.

Young tinha 22 anos quando ficou grávida de Gable durante as filmagens de “O grito da selva” (“The Call of the Wild”, 1935). Ocultou a gravidez para evitar o escândalo, deu à luz em segredo e, aos oito meses, deixou a criança num orfanato católico, ao qual voltou posteriormente para simular sua adoção.

Gable nunca reconheceu sua filha, mas a visitou uma única vez quando ela tinha 15 anos.

Lewis relatou sua história em um livro de memórias de 1994, intitulado “Uncommon Knowledge”.

A origem de Lewis era um segredo conhecido em Hollywood, mas Young pediu que ninguém contasse nada. Como Gable, a menina tinha as orelhas de abano e, aos sete anos submeteu-se a uma cirurgia para corrigir o problema.

Um dia, em 1950, Lewis voltava da escola quando encontrou Gable na porta de sua casa.

“Não podia acreditar. Estava diante de mim e sorria. Era muito mais bonito do que lembrava dele nos filmes. Fiquei sem palavras”, contou.

Nunca mais voltou a ver o galã e só soube que ele era seu pai anos depois.

Lewis seguiu os passos de seus pais como atriz, atuando em telenovelas e espetáculos da Broadway, mas depois virou terapeuta familiar, especializada em adolescentes grávidas.

Depois da publicação das memórias de Lewis, Young negou publicamente que Gable fosse o pais de sua filha. Mas admitiu o romance postumamente, em biografia autorizada e lançada em 2000.

Lewis morreu de câncer na sexta-feira passada, de acordo com sua filha, Maria Tinney Dagit.