Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre Lady Francisco

Atriz, diretora e produtora mineira tinha 84 anos. Papel que a consagrou foi da secretária de Carlão, personagem de Francisco Cuoco na novela Pecado Capital

Lady Francisco morreu neste sábado, dia 25, no Rio de Janeiro  A atriz, produtora e diretora mineira estava internada na UTI do Hospital Unimed Barra, na zona oeste da cidade, desde o início de abril após sofrer uma fratura do fêmur enquanto passeava com seus dois cachorros no Parque Guinle, região onde morava. Ela foi operada, mas seu estado de saúde se complicou. Foi entubada, sedada, submetida a uma traqueostomia e posteriormente veio a falecer, vítima de falência múltipla de órgãos, decorrente de isquemia entoremesentérica (transtorno vascular agudo dos intestinos). “Infelizmente, mamãe faleceu hoje, às 13h. O céu ganhou mais uma grande estrela”, escreveu Oscar Francisco, 53 anos, diretor da Globo e um dos filhos da atriz (ela também era mãe da corretora de imóveis Andrea Frank, de 54 anos. Lady Francisco tinha 84 anos.

Leyde Chuquer Volla Borelli de Bourboun nasceu em Belo Horizonte. Foi na capital mineira que deu início à carreira de atriz, participando de produções locais de rádio e TV. Em 1972, mudou-se para o Rio de Janeiro e participou da novela Jerônimo – O Herói do Sertão, da extinta TV Tupi. O papel de maior destaque de sua carreira foi Rose, a secretária boazuda de Carlão, personagem de Francisco Cuoco em Pecado Capital, novela de Janet Clair que a Rede Globo colocou no ar em 1975. Ela participaria ainda de Escrava Isaura, Marrom Glacê, Baila Comigo e Louco Amor, todas na Globo. Em 2000, transferiu-se para a Rede Record, onde atuou em Marcas da Paixão. Cinco anos depois, voltou para a emissora carioca onde atuou em Alma Gêmea. Sua última participação na televisão foi no seriado infanto juvenil Malhação -Vidas Brasileiras, em 2018.

Lady Francisco teve uma vida pessoal atribulada. Ela desistiu do casamento à beira do altar quando descobriu que seu noivo tinha outra família. Os dois chegaram a morar juntos, mas ela terminou a relação quando decidiu mudou-se para o Rio de Janeiro. A atriz disse que foi abusada sexualmente por um diretor de televisão, cujo nome jamais revelou. Lady também foi estuprada por quatro homens ao descer de um táxi na Barra da Tijuca. Sua única relação amorosa conhecida foi com o dramaturgo Dias Gomes, tão logo ele ficou viúvo da novelista Janete Clair.