Clique e assine com 88% de desconto

‘Morde & Assopra’ tem final a la ‘Jurassic Park’

Personagens vão parar em terra distante habitada por dinossauros

Por Da Redação - 14 out 2011, 21h40

Cenas de Jurassic Park (Parque dos Dinossauros), a famosa franquia cinematográfica de Steven Spielberg, foram parar no último capítulo da novela Morde & Assopra, exibido na noite desta sexta-feira, na Globo. Após passar a trama inteira à procura de seus pais, desaparecidos após uma expedição arqueológica, Julia (Adriana Esteves) cai num buraco e vai parar no Centro da Terra. Lá, a arqueóloga reencontra os familiares.

Efeitos especiais, que não chegaram nem perto da versão hollywoodiana, situaram dinossauros assassinos e espécies mais dóceis numa praia. Os vilões Virgínia (Bárbara Paz) e John Lewis (Michel Bercovitch) foram literalmente devorados por velociraptors com seus dentes afiados.

Áureo (André Gonçalves) e Élcio (Otaviano Costa) terminam como drags em 'Morde & Assopra'
Áureo (André Gonçalves) e Élcio (Otaviano Costa) terminam como drags em ‘Morde & Assopra’ VEJA

Outros dentes, porém tortos e escurecidos, chamaram a atenção em outra cena do último capítulo. A faxineira Dulce (Cassia Kiss Magro) morreu nos braços do filho Guilherme (Klébber Toledo). Antes de partir, Dulce ouviu um agradecimento do filho — “Obrigado por me transformar num homem”. A personagem se livrou de terminar a trama como mãe de um filho degenerado, mas, infelizmente, foi dessa para melhor com o sorriso prejudicado.

O fim da trama também teve um desfile de frases de autoajuda. “É bom demais estar vivo. O que é complicado a gente resolve e o que é tranquilo a gente aproveita”, filosofou Julia (Adriana Esteves), que, como manda o clichê, subiu ao altar.

Publicidade
Dulce (Cassia Kiss Magro) morre nos braços do filho Guilherme (Klébber Toledo) no último capítulo de Morde & Assopra
Dulce (Cassia Kiss Magro) morre nos braços do filho Guilherme (Klébber Toledo) no último capítulo de Morde & Assopra VEJA

Outro casal que aderiu ao final feliz foi Ícaro (Mateus Solano) e Naomi (Adriana Esteves). Depois de enfrentarem o instinto assassino do clone robótico de Naomi e a inescrupulosa Amanda (Carla Marins), Naomi e Ícaro terminam juntos e “grávidos”.

Final surpreendente foi o de Áureo (André Gonçalves). O personagem gay que animou a trama do começo ao fim largou Celeste (Vanessa Giácomo) no altar novamente, desta vez para fugir com o caubói Josué (Joaquim Lopes). Áureo saiu definitivamente do armário e terminou no palco de um show de transformistas com Élcio (Otaviano Costa), travestido de mulher como ele.

Publicidade