Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O melhor brasileiro/regional é a Oficina do Sabor

O cardápio do chef César Santos é uma boa amostra da cozinha do estado

Carne de sol, cabrito, queijo de coalho, mel de engenho, peixe, camarão, lagosta, polvo, muitos quilos de jerimum e macaxeira, além de frutas tropicais de todo tipo. Esse apanhado de ingredientes, encontrados com fartura no sertão e no litoral pernambucano, é a base de criação das receitas do chef César Santos. Não por acaso, seu restaurante, ao pé da Igreja Nossa Senhora do Amparo, em Olinda, se tornou um destino bastante procurado por quem deseja passear pelos sabores da cozinha local. Bom ponto de partida para esse universo, o mix do chef, sugerido como entrada para dois, reúne filé de agulha, queijo de coalho com ervas, bolinhos de charque e de bacalhau, mexilhões, pasta de berinjela, rissole de provolone, caldinho do dia e torradas (R$ 48,00). Por ali se encontra também um menu de ostras — frescas, elas chegam à mesa em porção de seis unidades por R$ 42,00. Escolher a etapa seguinte pode ser uma tarefa difícil. Do mar, as sugestões são o camarão prateado, ao molho de manga e gengibre e ladeado por arroz de jerimum com couve (R$ 96,00), e a lagosta feita no azeite com limão, ervas e pimentão, que é acompanhada de arroz e purê de jerimum (R$ 198,00, para duas pessoas). Da terra, está entre os pratos mais pedidos a carne de sol pernambucana apresentada com purê de macaxeira, farofa de jerimum e cheiroverde (R$ 118,00, também para dividir). Para adoçar, há cartola (R$ 21,00), pudim de tapioca com mel de engenho e cardamomo (R$ 22,00) e um festim com quatro doces à base de coco (pudim, cocada, sorvete e maria-mole), que encanta já pelo nome: coco que te quero coco (R$ 28,00). Rua do Amparo, 335, Amparo, Olinda, ☎ 3429-3331 (120 lugares). 11h30/17h e 18h30/0h (sáb. sem intervalo; dom. só almoço até 17h; fecha seg.). Aberto em 1992. $$$

2º lugar: Ca-Já

3º lugar: Parraxaxá

+ Confira os melhores endereços da cidade