Clique e assine a partir de 9,90/mês

Manual do folião: encontre seu bloco de rua ideal no Rio

Cinco milhões de pessoas devem circular por mais de 400 blocos na cidade

Por Pollyane Lima e Silva - 1 mar 2014, 09h01

“É hoje o dia da alegria.” Deste sábado até a Quarta-Feira de Cinzas, o Rio de Janeiro respira Carnaval – não que isso já não aconteça em boa parte do resto do ano. E a folia não se resume à Marquês de Sapucaí. Mais de 400 blocos tomam as ruas da cidade em desfiles que devem atrair mais de 5 milhões de pessoas, a maioria concentrada no eixo Centro-Zona Sul da capital. A maratona exige preparação dos foliões. Em alguns dias, os “trabalhos” começam às 6h.

Carnaval: 7 formas de curtir a folia sem prejudicar a saúde

Para facilitar o deslocamento, a prefeitura montou um esquema especial de trânsito, com bloqueios à circulação de veículos em vias de grande movimento. O metrô vai funcionar 24 horas por dia, até às 23h de terça-feira. De acordo com o MetrôRio, a partir do meio-dia de sábado (dia 1º) até o fim do Carnaval, os trens da Linha 2 farão o trajeto entre as estações da Pavuna e da General Osório sem transferência.

A Polícia Militar promete reforçar a segurança, com um efetivo de 16.800 policiais militares em todo o Estado – 16% mais do que no ano passado. Haverá agentes em todos os blocos que têm autorização para desfilar. O policiamento a pé será empregado em locais de grande concentração de foliões, como o Aterro do Flamengo e a Avenida Rio Branco, no Centro. A Lapa contará com grupos específicos no Corredor Histórico Cultural, nos palcos dos Arcos da Lapa e da Cinelândia.

Publicidade