Clique e assine com 88% de desconto

Maluco passa uma semana na mansão de Jennifer Lopez

Por Da Redação - 22 ago 2013, 16h34

A polícia deteve um homem que passou uma semana na mansão de Jennifer López na zona de Hamptons, em Long Island (EUA). O intruso, identificado como John Dubis, foi detido depois que os empregados da residência descobriram que ele havia se instalado na casa com piscina, segundo o jornal The New York Post. O homem foi levado para a prisão do condado de Suffolk, onde espera por julgamento em um tribunal de Southampton.

LEIA TAMBÉM:

Jennifer Lopez volta a ‘American Idol’ com salário menor

Jennifer Lopez se junta ao elenco de filme sobre mineradores chilenos

Publicidade

O intruso, um bombeiro de 49 anos de Rhode Island que se aposentou por invalidez em 2002, não fez nada para esconder a sua presença. Seu carro ficou estacionado na entrada da mansão durante seis dias, nos quais dormiu em um colchão e postou fotos na internet. No Facebook, ele publicou, por exemplo, uma foto sua mordendo uma caixa de chocolates em forma de coração com a legenda “Jenny sempre me manda amor”.

Não se sabe a razão da aposentadoria, mas no momento da prisão Dubis se saiu com uma desculpa bem maluca. O homem disse à polícia que era o pai dos filhos de Jennifer Lopez e que ela tinha deixado a casa aberta para que ele vivesse ali. E no seu carro, que aliás era alugado, a polícia encontrou cartas para outras celebridades e para o presidente Obama.

A artista de origem porto-riquenha comprou a mansão, situada em um terreno de 12 000 metros quadrados e com oito dormitórios e sete banheiros, em maio deste ano. Ela pagou cerca de 10 milhões de dólares pelo imóvel.

Publicidade