Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais de 50 000 pedem deportação de Justin Bieber

Se em 22 de fevereiro o abaixo-assinado sobre o cantor criado no site da Casa Branca alcançar 100 000 assinaturas, o governo terá que se pronunciar

Mais de 50 000 pessoas já aderiram ao abaixo-assinado pela deportação de Justin Bieber criado no site da Casa Branca por um morador de Detroit. A petição, surgida logo após a prisão do cantor canadense por direção à base de álcool, maconha e remédios controlados, foi publicada na seção “We The People” (Nós, o povo, em tradução direta) do site, que funciona desde 2011, centralizando inquietações, pedidos e perguntas dos cidadãos para a administração federal americana. Se em 22 de fevereiro o pedido sobre Bieber alcançar as 100 000 assinaturas, o governo terá que se pronunciar a respeito. Bieber foi detido na semana passada na Flórida por participar de um racha visivelmente alterado.

Leia também:

Datena compra briga com fãs de Bieber e quebra CD na TV

Deboche? Justin Bieber sorri em foto de registro policial

Fãs ‘surtam’ com prisão de Justin Bieber

“Nós, o povo dos Estados Unidos, sentimos que não estamos bem representados no mundo da cultura pop. Gostaríamos de ver o perigoso, insensato, destrutivo e consumidor de drogas Justin Bieber deportado e com sua permissão de residência revogada”, diz o texto do abaixo-assinado. Para os que assinam a petição, o cantor “não só é uma ameaça para a segurança” dos Estados Unidos, mas também “uma má influência” para os jovens. “Nós, o povo, queremos que Justin Bieber saia de nossa sociedade”, acrescenta o texto do pedido.

Petição a favor — Neste sábado, um morador da Califórnia abriu outro pedido sobre Bieber na seção “We The People”, desta vez para apoiar o cantor. O abaixo-assinado, porém, só teve, até agora, pouco mais de 500 assinaturas. “Deixem de pedir que Justin Bieber seja deportado. Ele é um ser humano e comete erros. Não merece isto”, sustenta o pedido, cujo autor assegura que o artista “salvou muitas vidas”, incluindo a sua.

Sizzurp, a droga de Bieber, já chegou ao Brasil

Justin Bieber gasta US$ 75.000 em clube de strip-tease

O debochado Justin Bieber agora é alvo de deboche

Bieber reside nos EUA com um visto que é concedido para pessoas que têm “uma excelente habilidade nas ciências, nas artes, na educação, nos negócios ou no esporte”. Um estrangeiro com residência permanente (Green Card) ou visto temporário, como é o caso de Bieber, pode ser deportado dos EUA se se for declarado culpado de um delito com agravante, como um roubo, embora os relacionados com a posse de drogas possam representar também a expulsão.

Bieber e Miley Cyrus

No vídeo, a convite de uma rádio londrina que idealizou a brincadeira, Miley aparece no lugar da brasileira que filmou o canadense no oitavo sono. A cantora faz uma pose sedutora, passa os braços pelo corpo e a língua, pelos lábios.

Bieber e o Esquilo Dramático

Sobrou até para o Esquilo Dramático, personagem antigo da internet agora resgatado. O bichinho é protagonista de um vídeo que se tornou viral em 2007 e de lá para cá acumulou mais de 40 milhões de visualizações no Youtube. Nele, o esquilo se vira para a câmera com um enigmático olhar de pavor.

Bieber e Fabio Porchat

Nessa montagem, o ator Fabio Porchat — do coletivo de humoristas Porta dos Fundos, do seriado A Grande Família (Globo) e de filmes como Meu Passado me Condena (2013) — aparece no lugar da brasileira autora do vídeo, dizendo algo como “arigatô, tchau, tchau”. 

Bieber e o Rei do Camarote

Depois de beber algumas champagnes que piscam, Bieber terminou a noite com o Rei do Camarote. Pelo menos, nessa montagem.

(Com agência EFE)