Clique e assine a partir de 9,90/mês

Mãe e irmã deverão indenizar ator Hugo Gross em R$ 50 mil

À imprensa, em 2014, Maria José Schweller e Cláudia Gross Schweller acusaram o ator de roubo, agressão e uso de drogas

Por Da redação - Atualizado em 18 dez 2017, 22h11 - Publicado em 18 dez 2017, 17h03

A 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro confirmou a sentença que condenou a mãe e a irmã de Hugo Gross a indenizarem o ator em 50.000 reais por danos morais. O processo corre desde 2014, após Maria José Schweller e Cláudia Gross Schweller terem acusado o ator de roubo, agressão e uso de drogas. Gross entrou com processo naquele ano e ganhou em primeira instância, mas elas entraram com recurso.

Em 2014, Maria José e Cláudia afirmaram à imprensa que Gross havia roubado 400.000 reais e usado a quantia para pagar traficantes e prostitutas. Cláudia afirmou ainda ter apanhado do irmão com socos e pontapés e disse que temia pela sua vida.

Em decisão, a desembargadora Maria Isabel Paes Gonçalves, do TJRJ afirma que “a animosidade existente entre as partes no núcleo familiar ultrapassou seus limites, chegando a esfera pública, com declarações ofensivas perpetradas, frise-se, pela mãe e irmã do apelado, causando danos à honra e à imagem deste”.

“O apelado vivenciou situações constrangedoras com a exposição de sua vida particular, ferindo sua esfera íntima e individual, razão suficiente a caracterizar os danos morais”, continuou a desembargadora. No processo, o ator afirma que chegou a ser internado à força em uma clínica de reabilitação por causa das acusações e que entrou em quadro de depressão.

Continua após a publicidade

Gross é conhecido por ter atuado em novelas da Globo. Na emissora, ele fez, por exemplo, História de Amor (1995), Paraíso (2009) e Aquele Beijo (2011), seu último trabalho na casa.

Publicidade