Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Kooning bate recorde em leilão: US$ 66 milhões em NY

Tela é um símbolo das pinceladas enérgicas e multicoloridas feitas pelo holandês nos anos 1970

Um quadro do pintor holandês Willem de Kooning (1904-1997) foi vendido por 66,3 milhões de dólares (quase 230 milhões de reais) nesta terça-feira pela Christie’s, em Nova York, maior valor pago em leilão por uma obra do artista. Pintado em 1977, “Sem título XXV”, é um quadro imponente de 2 metros por 2,20 m, e um símbolo de suas pinceladas enérgicas e multicoloridas. Nenhuma informação foi divulgada sobre o comprador, que participou por telefone no leilão da Christie’s.

O lance final superou muito a projeção inicial da Christie’s, de 40 milhões de dólares. Há dez anos, o quadro foi negociado a 27,1 milhões de dólares.

A venda desta terça-feira é parte de uma série de leilões organizados nesta semana pela Christie’s e pela Sotheby’s, uma verdadeira competição entre as duas casas com obras de prestígio para atrair colecionadores do mundo inteiro, em particular da Ásia, onde o número de compradores de obras de artes não deixa de aumentar.