Clique e assine com 88% de desconto

‘Harry Potter’: J.K. Rowling se desculpa pela morte de Remo Lupin

Autora mantém tradição anual de se redimir por decisões tomadas na literatura

Por Da Redação - 2 maio 2016, 12h47

A escritora britânica J.K. Rowling se desculpou nesta segunda-feira, em sua conta no Twitter, pela morte de um dos personagens mais populares da série de Harry Potter, Remo Lupin, um dos professores de Defesa Contra as Artes das Trevas de Hogwarts e uma figura paterna para o protagonista da saga. A autora afirma que “não gostou” de eliminá-lo, e nem sequer tinha planejado fazê-lo, simplesmente as exigências da história a levaram por esse caminho.

“Mais uma vez, é o aniversário da Batalha de Hogwarts, por isso, assim como prometi, vou me desculpar por uma morte. Este ano: Remo Lupin”, escreveu Rowling, que todo ano faz um pedido de desculpas aos leitores no dia 2 de maio, data em que o evento final da série ocorre na literatura. “Em honra à verdade, também gostaria de confessar que não tomei a decisão de matar Lupin até que escrevi A Ordem da Fênix“, seu quinto livro, explicou.

Leia também:

Oitavo ‘Harry Potter’ chega ao Brasil em outubro

Publicidade

Autora de ‘Harry Potter’ vai lançar série de contos sobre a magia nos EUA

J.K. Rowling é criticada por história sobre índios americanos

A autora já tinha admitido anteriormente que planejava matar na grande batalha Arthur Weasley – o pai de Ron, mas ao final foram Lupin e a sua esposa, Ninfadora Tonks, o que deixou o filho deles, Teddy, orfão. “Arthur sobreviveu, portanto Lupin tinha que morrer. Sinto muito. Não gostei de fazê-lo. A única vez que meu editor me viu chorar foi pelo futuro de Teddy”, afirmou. No cinema, o personagem foi interpretado por David Thewlis.

A confissão de Rowling, que tem mais de sete milhões de seguidores no Twitter, foi rapidamente retuítada. Uma das fãs de Lupin disse que este sempre seria “seu personagem favorito do universo de Harry Potter“, ao que J.K. Rowling respondeu: “É a melhor homenagem que poderia ter”.

Publicidade

(Da redação com agência EFE)

Publicidade