Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Filarmônica de Berlim anuncia Kirill Petrenko como regente

Russo assumirá a tradicional orquestra em 2018, em substituição ao britânico Simon Rattle

Por Da Redação - 22 jun 2015, 15h56

O maestro russo Kirill Petrenko, 43 anos, será o regente da Filarmônica de Berlim, em substituição ao britânico Simon Rattle, que deixará o posto em 2018. “Kirill Petrenko foi escolhido ontem (domingo), durante uma reunião da orquestra, como seu novo regente e diretor musical, por uma ampla maioria”, anunciou a instituição em comunicado oficial. Há meses especulava-se quem substituiria Rattle. Uma reunião com os 124 membros da orquestra, uma das maiores do mundo, aconteceu há seis semanas, porém sem um resultado satisfatório.

Petrenko nasceu em Omsk, no sudoeste da Sibéria, em 1972, e emigrou para a Áustria com a família durante a adolescência. Ele foi diretor geral musical da pequena cidade de Meiningen (leste da Alemanha) entre 1999 e 2002, onde recebeu muitos elogios da crítica internacional por sua interpretação das quatro óperas que compõem O Anel do Nibelungo de Wagner. Recentemente, Petrenko atuava como diretor geral da Ópera Estadual da Bavária.

“Palavras não conseguem expressar meus sentimentos – desde euforia até alegria, passando por medo e descrença. Estou ciente da responsabilidade e da alta expectativa depositada em mim”, diz Petrenko no comunicado. “Farei tudo que estiver ao meu alcance para ser um regente valioso para esta maravilhosa orquestra. Acima de tudo, espero por momentos de alegria ao fazermos música juntos, que vai compensar nosso trabalho e nos satisfazer como artistas.”

Fundada em 1882, a Filarmônica de Berlim é a única grande orquestra no mundo que escolhe por conta própria o regente. Rattle, que deve assumir a Orquestra Sinfônica de Londres em 2017, comandava a Filarmônica desde 2002.

Publicidade

No vídeo abaixo, Petrenko conduz a Filarmônica de Berlim como convidado, em 2012:

(Da redação com agência France-Presse)

Publicidade