Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fifth Harmony critica fãs após invasão em hotel de Brasília

Banda americana defendeu equipe de segurança que impediu aproximação de um grupo de penetras

A girl band americana Fifth Harmony se viu envolta em uma controvérsia na internet, causada por seus próprios fãs. No fim de semana, em Brasília, onde elas fizeram o penúltimo show da turnê pelo Brasil, um grupo de admiradores causou uma confusão no hotel em que elas estavam hospedadas.

Alguns fãs, entre os muitos agrupados em frente ao prédio, conseguiram entrar no local e seguiram em direção aos quartos das integrantes. Os penetras foram impedidos pelos seguranças das cantoras, que não permitiram a aproximação e fizeram com que os fãs voltassem para a entrada do hotel. Na confusão, o grupo fez vídeos, que estão espalhados pela internet, acusando os seguranças de assédio e de “ataques machistas”.

Além disso, os “harmonizers” – apelido dos fãs do Fifth Harmony – movimentaram o Twitter para chamar a atenção da banda para o vídeo divulgado, mas não contavam com uma resposta atravessada do conjunto.

Segundo as integrantes, Dinah, Lauren, Ally, Camila e Normani, a garota do vídeo divulgado nas redes, estava mentindo. “Nós vimos a revolta em todo o Twitter contra um dos nossos seguranças por atacar e tentar tocar inapropriadamente uma das nossas fãs e nós queremos chamar a atenção para esta mentira. Nós estávamos lá. A garota tentou chegar na porta da Lauren e da Dinah e a equipe de segurança que contratamos estava conosco. Nós vimos essa garota mentir sobre onde estava hospedada e onde era o seu quarto, dizendo para eles ‘calarem a boca'”, disse o grupo em trecho do comunicado postado nas redes sociais.

“Quatro de nós presenciamos a cena com nossos próprios olhos, junto com nossos pais e outros membros da equipe. Nenhum segurança tocou inapropriadamente ou machucou ninguém”, afirmou o grupo.

Leia também:

Inclusão social: campanha pede Inês Brasil no Fifth Harmony

Fãs adolescentes acampam por setenta dias à espera de show do Fifth Harmony

A girl band ainda citou o recente tiroteio em Orlando, destacando que a segurança pessoal delas é algo extremamente importante e que os fãs deveriam respeitar esse espaço. “Especialmente com acontecimentos como o tiroteio nós nunca estamos completamente seguras em relação à nossa proteção e nosso espaço pessoal. Quando vocês desrespeitam nossa equipe e seu trabalho árduo, vocês estão nos desrespeitando”, finalizou o Fifth Harmony.

A banda faz seu último show no Brasil nesta terça-feira, em São Paulo, no Espaço das Américas.

(Da redação com Estadão Conteúdo)