Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fernando Meirelles revela desejo de dirigir Ricardo Darín e Javier Bardem

Manaus, 4 nov (EFE).- O diretor Fernando Meirelles disse nesta sexta-feira que o elemento que distingue um ator não é seu reconhecimento internacional, mas seu talento e revelou seu desejo de trabalhar com Wagner Moura, o argentino Ricardo Darín e o espanhol Javier Bardem.

‘O fato de serem talentosos é o que faz a diferença, quando o ator te surpreende’, disse à Agência Efe durante um encontro com jornalistas em Manaus.

Meirelles, que trabalhou com atores como Rachel Wiesz, Jude Law e Ralph Fiennes, dirigiu recentemente o veterano Anthony Hopkins a quem atribuiu uma interpretação ‘extremamente generosa’.

Presidente de honra do júri da 8ª edição do Amazonas Film Festival realizado em Manaus, o cineasta também não poupou elogios para o francês Jamel Debbouze, a quem qualificou como ‘um dos atores mais talentosos’ com os quais trabalhou e que ‘diz tudo com um olhar’.

Meirelles, de 56 anos, elogiou o cinema alemão dos anos 1960, destacando que foram diretores como Rainer Werner Fassbinder e Wim Wenders, ao lado de Akira Kurosawa e Robert Altman, que o levaram a fazer cinema.

O diretor de ‘Cidade de Deus’ e ‘O Jardineiro Fiel’ trabalha agora em seu novo projeto, o filme ‘Nemesis’, adaptação do romance homônimo de Peter Evans que relata fragmentos da vida de Aristóteles Onassis e para o qual ainda não escalou elenco.

Em entrevista coletiva, Meirelles anunciou o cancelamento do projeto ‘Rio, Eu te amo’, que daria continuidade à saga ‘Paris je t’aime’ e ‘New York, I love you’ devido a falta de financiamento.

Fernando Meirelles foi ontem homenageado na abertura do festival que se prolonga até dia 9 de novembro com a exibição de 180 produções, 33 delas incluídas na mostra competitiva. EFE