Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Fernanda Paes Leme encarna a periguete do ‘SuperStar’

Para animar bastidores do programa, atriz insinua-se para os músicos e permite que o público escolha as – curtíssimas – roupas de cada apresentação

Por Pollyane Lima e Silva - 2 maio 2014, 15h19

Toda banda que se preze tem tietes. Durante as apresentações do SuperStar, parentes, amigos, namorados e namoradas vibram para as câmeras. Nos bastidores, a tietagem é profissional, entregue à atriz Fernanda Paes Leme, que encarna um misto de periguete e torcedora que ‘ama-muito-tudo-isso’. É o que faz Miá Mello no The Voice Brasil, e que serve mais para preencher os espaços nos intervalos da música. Com três inserções por programa, Fernanda – que inevitavelmente fica à sombra de outra Fernanda, a Lima – tem defendido seu território com participações insinuantes, roupas ousadas e uma permanente postura “estou a fim de você” dirigida aos músicos.

E, claro, tem as redes sociais. Tudo começa pelo figurino: escolhido com a ajuda do público toda sexta-feira, com opções sempre marcadas por decotes generosos e comprimento minúsculo. Ela garante que não se esforça, e tudo é espontâneo: “Ali é a Fernanda mesmo”, disse, em entrevista ao site do programa.

Leia também:

Publicidade

Leia também: No ‘SuperStar’, tudo é ao vivo. Menos a música

Publicidade

Fernanda Paes Leme tem conseguido fazer a coisa de forma divertida. Na primeira noite de audições, ela saiu se declarando para o vocalista da banda Malta, logo após ele dizer que “os brutos também amam”. “Achei lindo! Quase me apaixonei por você”, comentou com o candidato a galã do reality show. Mas como Bruno é casado, foi o colega guitarrista quem aproveitou a deixa e pediu um abraço, já agarrando a apresentadora. Ganhou!

O primeiro impulso de Fernanda foi de surpresa. “Ele está se aproveitando de mim!”, gritou, chamando os colegas do palco. Às gargalhadas, André Marques e Fernanda Lima ensaiaram chamar um segurança. No programa seguinte, ela já estava totalmente à vontade no papel de periguete, chamando até os jurados para entrar na dança. “É dia do beijo hoje, gente. Ainda não beijei ninguém, mas, quem sabe, até o fim da noite…” Fábio Jr. mordeu a isca e corou do outro lado do estúdio. “Pegaria”, confirmou.

A rainha dos bastidores brinca com homens e mulheres. Mas é com eles que ela prefere encerrar suas participações – de preferência pendurada ao pescoço de um deles. Foi assim, por exemplo, com o tecladista do Lion Jump e com o baixista da Move Over. Ao tentar acertar os casais que formam a banda Melody, veio a pergunta inevitável: “E o meu, gente?” Calma, Fernanda.

Leia também:

Publicidade

Nem Fernanda Lima entende as regras do ‘SuperStar’

Criatividade vence cover: no ‘Superstar’, não há espaço para imitações

No ringue dos reality shows: Claudia Leitte 1 x 0 Ivete Sangalo

Publicidade

Audições

Na primeira fase, até 50 bandas concorrentes podem se apresentar atrás do telão e, sem saber a porcentagem adquirida, apenas acompanham no painel as fotos daqueles que votam. Quando atingem 70% de votos a favor, o telão sobe, as bandas se revelam e são classificadas para a próxima fase. No final desta etapa, ficam 24 bandas.

Publicidade