Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estado de saúde de Emílio Santiago ‘inspira cuidados’

Cantor, que sofreu AVC, está consciente, mas com dificuldade para movimentar o lado direito do rosto. Ele não tem previsão de alta e as visitas estão proibidas

O cantor Emílio Santiago, de 66 anos, foi internado na manhã desta quinta-feira no Hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul do Rio, depois de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico — quando não há hemorragia. Ele está consciente, mas com alguma dificuldade para movimentar o lado direito do rosto. De acordo com boletim médico, o estado de saúde do cantor “inspira cuidados”.

Santiago estava sozinho em casa, no Flamengo, quando começou a se sentir mal. O cantor foi ajudado pela empregada, que chamou uma ambulância. Ele chegou ao hospital às 8 horas e recebeu a medicação alteplase, indicada para tratar AVC isquêmico até quatro horas e meia depois do início dos sintomas. Se o paciente recebe o remédio nos primeiros 90 minutos após o início do AVC, a chance de ele se recuperar sem sequelas é de 90%, informa a presidente da Rede Brasil AVC, Sheila Martins.

“O AVC isquêmico ocorre quando se forma um coágulo numa artéria do cérebro. Na formação desse coágulo, uma área do cérebro morre e a que está ao redor entra em sofrimento. O medicamento desentope a artéria e permite que o sangue retorne à região”, explicou a médica. O remédio não é indicado para o AVC hemorrágico, por aumentar o fluxo sanguíneo.

O AVC tem sintomas repentinos, como perda da força, dormência, dificuldade para se comunicar ou entender a fala, falta de equilíbrio e coordenação, e dor de cabeça. “Tem um teste simples: se o rosto do paciente entorta quando ele sorri; se ao levantar os braços para cima, um deles cai; e se o paciente não consegue articular uma frase simples, pode ser um AVC. Ele deve ser levado para um hospital referência”, informou Sheila.

Hoje, 115 hospitais, entre instituições públicas e particulares, integram a Rede Brasil AVC. “Em 2008, eram apenas 35”, afirma Sheila. A recomendação é procurar o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). “A rede está crescendo e o serviço de ambulâncias tem as informações mais atualizadas”, afirmou. Emílio Santiago estava em turnê com o show “Só danço samba.” As apresentações previstas para Campinas e Rio estão suspensas. Ele não tem previsão de alta e as visitas estão proibidas.

(Com Estadão Conteúdo)