Clique e assine a partir de 9,90/mês

Estádio em São Paulo estreia drive-in com filmes clássicos e shows ao vivo

O Allianz Parque, estádio do Palmeiras, poderá receber até 300 carros; filmes como 'E.T.' e shows de Anavitória e Jota Quest estão na programação

Por Felipe Branco Cruz - Atualizado em 24 Jun 2020, 18h35 - Publicado em 24 Jun 2020, 15h14

O Allianz Parque, em São Paulo, em parceria com a agência Multicase, começa a receber a partir desta quarta-feira, 24, com programação prevista até 19 de julho, um vasto cardápio de eventos ao vivo para o público curtir de dentro de seus carros, ao estilo drive-in. Além da exibição de filmes clássicos, a programação contará também com shows de música ao vivo, stand-up comedy e teatro infantil. Os ingressos podem ser comprados no site arenasessions.com.br.

Nesta quarta, o Arena Sessions estreia com a exibição do filme E.T.: O Extraterrestre (1982), de Steven Spielberg. Na quinta, é a vez de Pulp Fiction (1994), de Quentin Tarantino, e, na sexta, Jurassic Park (1993), também de Spielberg. No sábado, pela primeira desde o início da pandemia, vai rolar dentro do estádio, que já recebeu atrações como Paul McCartney, um show ao vivo. Mas a opção da vez é bem mais prosaica: a banda Jota Quest. Para a realização do drive-in, os organizadores cobriram o gramado do estádio com um piso especial, que terá capacidade para receber até 300 carros. O som das atrações será transmitido por meio de caixas instaladas ao lado dos veículos.

Se por um lado, depois de mais de 90 dias de quarentena, será um alívio sair de casa para um evento coletivo, por outro, o preço salgado dos ingressos deverá pesar no bolso. Para o show do Jota Quest, por exemplo, os valores giram em torno de 450 reais (área comum) a 550 reais (área premium) por carro com até quatro pessoas por veículo. Os preços variam de show para show. A apresentação da dupla Anavitória no dia 17 de julho é um pouco mais barata, porém igualmente alta: 350 reais a 450 reais. Marcelo D2, que tocará em 11 de julho, também está mais em conta, com valores entre 300 reais a 400 reais. As exibições cinematográficas giram em torno de 120 reais a 180 reais.

“A gente costumava trabalhar com 49 mil pessoas por show. Agora vamos fazer com até 300 carros. Quer dizer, não estamos fazendo isso para arrecadação financeira. Estamos fazendo justamente para testar o que seria esse novo normal no entretenimento”, disse Márcio Flores, diretor de marketing do Allianz Parque.

Continua após a publicidade

ASSINE VEJA

Acharam o Queiroz. E perto demais Leia nesta edição: como a prisão do ex-policial pode afetar o destino do governo Bolsonaro e, na cobertura sobre Covid-19, a estabilização do número de mortes no Brasil
Clique e Assine

Os drive-ins estão se espalhando pelo Brasil. Na semana passada, em São Paulo, ocorreu uma exibição cinematográfica no Memorial da América Latina, feita pelo cinema Belas Artes. Em Florianópolis, o cantor sertanejo Leo Chaves fez um show ao vivo também com o público dentro do carro. No Rio de Janeiro, no Jeunesse Arena, desde o dia 11 de junho também está acontecendo exibições de filmes ao ar livre e, a partir de sexta-feira, 26, começam as exibições do Cinesystem no Uptown Barra, com o diferencial de que serão exibidos também títulos mais recentes e estreias.

Publicidade