Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Escolas de SP põem ‘Mulheres Ricas’ e Justus para sambar

Estrelas de reality show dominam a avenida. Publicitário é homenageado pela Rosa de Ouro. Val Marchiori sai no sábado pela Unidos de Vila Maria. E a arquiteta Brunete Fraccaroli desfila nesta sexta pela Vai-Vai, que concentra o maior número de celebridades, como Claudia Raia e Ana Hickmann

As estrelas de reality shows dominam a avenida, em São Paulo. O publicitário Roberto Justus, que se consagrou na TV como apresentador de O Aprendiz, da Record, e as Mulheres Ricas Brunete Fraccaroli e Val Marchiori, da Band, são destaques deste ano. Justus promete fazer uma entrada apoteótica no sambódromo a bordo do último carro da Rosas de Ouro, que irá homenagear a imigração húngara no Brasil através da trajetória pessoal do empresário. Val vai aparecer cheia de brilho – e quem sabe de champanhe na mão – pela Unidos de Vila Maria, neste sábado. E a arquiteta Brunete Fraccaroli desfila nesta sexta pela Vai-Vai, que concentra o maior número de celebridades, como Claudia Raia, Ana Hickmann e a ex-BBB Ariadna, que irá representar a luta contra o preconceito aos transexuais em samba-enredo que enaltece a força da mulher.

Além da mistura de celebridades, o primeiro dia de desfiles será marcado pela reverência à tradição do Carnaval paulistano. Após três anos no Grupo de Acesso, a Camisa Verde e Branco, uma das mais antigas da cidade, comemora a volta ao Grupo Especial com o samba-enredo É o Amor, de título inspirado no sucesso de Zezé di Camargo e Luciano e referências à paixão pelo Carnaval.

Roberto Justus posa ao lado de passistas da Rosas de Ouro Roberto Justus posa ao lado de passistas da Rosas de Ouro

Roberto Justus posa ao lado de passistas da Rosas de Ouro (/)

A programação de desfiles da primeira noite irá reunir as favoritas do público. A Vai-Vai, campeã do Carnaval de 2011, entra na avenida às 2h15, seguida pela Rosas de Ouro, às 3h20. Os sambistas da Bela Vista irão apresentar o enredo Mulheres que Brilham em homenagem às personalidades femininas que contribuíram para o progresso social e cultural do país. A presidente Dilma Rousseff, a escritora Lygia Fagundes Telles e Xica da Silva serão algumas das homenageadas no samba-enredo. Os carros alegóricos vão contar com a presença de Maria da Penha, que deu origem à lei contra a violência à mulher. Ela sairá ao lado da atriz Marisa Orth.

Justus e duendes – Em seguida, a Rosas de Ouro entra com o samba-enredo O Reino do Justus, que promete usar elementos de contos de fada, como duendes e magos, para contar a história do homenageado, desde a saída de seus pais da Hungria até o sucesso na televisão.

O tradicional tigre branco da Império de Casa Verde representará a segunda agremiação da noite a entrar na avenida. A escola de samba da zona norte promete um desfile tecnológico para contar a história da ótica. O samba-enredo Na Ótica do Meu Império, o Foco é Você vai levar para o sambódromo referências ao cinema em 3D, telescópios gigantes e microscópios de última geração.

As cores vermelho e branco da X-9 Paulistana, neste ano, irão colorir a avenida para destrinchar um samba-enredo no mínimo curioso. Para compor o enredo deste ano, a X-9 Paulistana pegou carona em duas efemérides: os 90 anos do ufanismo da Semana de Arte Moderna de 1922, e as duas décadas da “descoberta” da aventura no sertão brasileiro pelas corridas do Rally dos Sertões. E misturou tudo num samba só.

A Acadêmicos do Tucuruvi é a penúltima agremiação a desfilar e irá defender o enredo O Esplendor da África no Reinado da Folia. A escola dividirá seu desfile em cinco setores. Cada setor contará a história de um aspecto do continente africano: o passado de glória, a natureza, as crenças, a arte e as influências sobre o Brasil, como o próprio batuque do samba e o gingado.

A Mancha Verde encerra a primeira noite de desfiles com o enredo que celebra a humildade. A escola deve entrar na passarela do samba às 5h30 para contar a história de Odú Obará, personagem do candomblé que representa o tema. O desfile terá a participação dos ex-jogadores do Palmeiras Edmundo e Marcos.

Oriental no samba – Neste ano, o tradicional esquenta para o desfile das escolas de samba no Anhembi será diferente. Em vez de inaugurar a passarela do samba com a passagem do bloco de afoxé Coroa de Dada, a primeira noite será aberta com a apresentação do grupo de dança típica Young Eum Art. O show faz parte das homenagens aos 50 anos da imigração coreana no Brasil. O bloco de afoxé irá cruzar a avenida no sábado a partir das 21h.