Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Episódio de ‘Mulheres Ricas’ teve churrasco, tango e regionalismo argentino

Narcisa, Val e Brunete vão a Buenos Aires e exaltam a cidade de onde vieram os produtores responsáveis pelo reality show transmitido pela Band

No quarto episódio de Mulheres Ricas, Val Marchiori, Narcisa Tamborindeguy e Brunete Fraccaroli foram desfilar suas loucuras em Buenos Aires. Em meio ao roteiro já batido – extravagâncias em lojas de luxo pagas com cartão de crédito, taças de champanhe à vontade e alfinetadas entre Val e Narcisa – as peruas se tornaram verdadeiras guias turísticas de Buenos Aires. “Buenos Aires é muito segura, não é igual a São Paulo, onde eu não posso andar sem guarda-costas”, disse Val.

Buenos Aires é a cidade de onde vieram os produtores da atração assinada pela Eyeworks (uma fusão da produtora holandesa Eyeworks com a argentina Cuatro Cabezas), responsável por muitos programas exibidos na Band. Além deMulheres Ricas, a empresa criou os formatos das atrações CQC, A Liga, Agora É Tarde, Polícia 24H e O Mundo Segundo os Brasileiros.

Antes de exaltar a segurança pública de Buenos Aires, a dona do bordão ‘Hello’ protagonizou mais uma ode à cidade argentina. “Quero ser Evita para os brasileiros. Mulher com TPM não ia trabalhar. Vou acabar com os corruptos no Brasil, cadeia neles. Se a Evita me conhecesse, ia ser a vice dela. Somos alma gêmeas, mulheres fortes de origem humilde.”

O trio aproveitou todos os clichês turísticos de Buenos Aires. Foram a um show de tango, passearam pelo bairro El Caminito e se deliciaram com a carne argentina. Menos Val, que preferiu comer peixe na terra do churrasco. “Não gosto de linguiça. Nunca gostei, desde quando era pequena e morava com a minha família num sítio.”

Narcisa por sua vez assumiu com gosto o posto de contrapeso de Val e se esbaldava com cada garfada. “A carne derrete na boca. Comi tudo que tinha direito.”

Se, por um lado, Narcisa comeu carne, Val se esbaldou no champanhe. Tudo era motivo para pedir uma tacinha a quem estivesse por perto. O vendedor da loja da grife Carolina Herrera providenciou uma garrafa de espumante para a madame. Val se mandou para um bar para afogar a birra, após a caminhada nos paralelepípedos de El Caminito terem estragado suas botas Chanel e seu humor. No lado oposto do ringue, Narcisa recusou sempre a bebida. “Eu já bebi um rio Amazonas inteiro. Não quero esse diabo para mim. Quero ficar clean.”

No fim do episódio, o trio se divertiu na arquibancada de uma corrida de Fórmula Truck, onde torceram por Débora Rodrigues, uma das competidoras. “É preciso ser muito homem, ou melhor, muito mulher para dirigir um caminhão em alta velocidade”, elogiou Narcisa.