Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em campanha contra tortura, Iggy Pop diz que Bieber é o futuro do rock

O cantor estampa um cartaz da Anistia Internacional contra a técnica violenta de confissão

Justin Bieber é o futuro do rock, diz Iggy Pop. A frase, sem contexto, não pode ser levada a sério. Mas, ao unir esse texto à imagem do cantor machucado, a Anistia Internacional quer mostrar o que uma pessoa torturada pode falar – Iggy Pop faz parte da campanha da organização contra a técnica violenta de confissão. “Torture um homem e ele lhe dirá qualquer coisa”, diz o cartaz, que foi distribuído nas ruas da Bélgica e postado na página oficial da organização no Facebook.

​Leia também: Justin Bieber terá que fazer curso para controlar raiva

Para espantar os demônios, Justin Bieber é batizado em Nova York

Justin Bieber publica – depois apaga – foto com Selena Gomez no Instagram

“Nós não conseguimos imaginar Iggy Pop dizendo que Justin Bieber é o futuro do rock’n’roll”, afirmou Philippe Hensmans, diretor da frente da Bélgica da Anistia Internacional, lembrando que esse é o tipo de confissão distorcida que se obtém com a tortura. “Governos que usam a tortura afirmam que essa técnica oferece informações valiosas, mas a história mostrou que pessoas que passaram por isso estão dispostas a dizer qualquer coisa para que a dor pare.”

Dalai Lama e o estilista Karl Lagerfeld também participam da campanha. No cartaz do líder espiritual, aparece a frase “Um homem que não tem um relógio Rolex aos 50 anos falhou em sua vida”, enquanto no de Lagerfeld aparece estampado “Elegância máxima é uma camisa com estampa havaiana e chinelos”.