Clique e assine com 88% de desconto

Dwayne Johnson, ‘The Rock’, vai estrelar longa ‘selvagem’ da Disney

Filme é baseado em atração da Disneylândia em que visitantes passam por reproduções de regiões 'exóticas' como o rio Amazonas

Por Da Redação - 20 ago 2015, 10h13
Dwayne Johnson
Dwayne Johnson VEJA

Protagonista de Terremoto: A Falha de San Andreas e de Velozes & Furiosos 7, ambos blockbusters de 2015, o ator Dwayne Johnson foi escalado para estrelar Jungle Cruise, filme da Disney baseado em uma atração presente em quase todos os parques temáticos da marca — exceto no de Paris. John Requa e Glenn Ficarra, dupla que escreveu e dirigiu Golpe Duplo (2015), assina o roteiro do longa, segundo o site da revista americana The Hollywood Reporter. Ainda não há um diretor definido, nem previsão de quando a produção chegará aos cinemas.

LEIA TAMBÉM:

‘Hércules’ se mantém no topo das bilheterias brasileiras

Disney de Paris é investigada por cobrar mais de britânicos

Publicidade

The Rock dribla Cristiano Ronaldo e fica com a russa Irina

Na atração Jungle Cruise, os visitantes são transportados por barcos em cenários selvagens, como os rios Nilo e Amazonas, onde encontram hipopótamos, crocodilos, piranhas e caçadores. Desde o sucesso do primeiro filme da franquia Piratas do Caribe, de 2003, a Disney tenta levar as atrações de seus parques para os cinemas. A última vez em que a companhia tentou tirar o projeto de Jungle Cruise do papel foi em 2011, quando Tom Hanks (O Resgate do Soldado Ryan) e Tim Allen (Motoqueiros Selvagens) foram cotados para o elenco. A ideia, no entanto, não seguiu adiante.

“A Disney e seu presidente de produção, Sean Bailey, têm sido ótimos parceiros e agora a parte divertida vai começar. Estamos iniciando os trabalhos com Requa, Ficarra e o nosso time criativo. Estou bem animado com esse filme”, disse The Rock, como é conhecido Johnson, aio site da revista The Hollywood Reporter. O ator está em alta em Hollywood. Ele irá produzir e atuar em Baywatch, longa baseado na famosa série de 1990 que contava com Pamela Anderson e David Hasselhoff no elenco. Nesta adaptação para os cinemas, que será rodada em 2016, Johnson terá ao seu lado Zac Efron (Vizinhos).

Publicidade

‘O Cavaleiro Solitário’

Em O Cavaleiro Solitário (2013), Johnny Depp interpretou — mais uma vez — um personagem louco. Ele vive um índio insano no filme que custou 214 milhões de dólares, mas teve bilheteria fraca, de apenas 260 milhões de dólares ao redor do mundo, abaixo do necessário para dar lucro.

‘John Carter’

A Disney investiu 250 milhões de dólares em John Carter, mas o filme arrecadou apenas 73 milhões de dólares nos Estados Unidos e 211 milhões de dólares no resto do mundo, totalizando 284 milhões de dólares em bilheteria. Para ter lucro, os estúdios esperavam fazer, no mínimo, 400 milhões de dólares com o longa.

Publicidade

‘Príncipe da Pérsia’

Baseado no jogo de videogame de mesmo nome, Príncipe da Pérsia (2010) tinha Jake Gyllenhaal no papel principal e ainda contava com Ben Kingsley no elenco. Apesar da bilheteria ter sido de 336 milhões de dólares em todo o mundo, o longa custou 300 milhões de dólares e não deu qualquer lucro à Disney.

‘Aprendiz de Feiticeiro’

Em 2010, a Disney lançou Aprendiz de Feiticeiro com Nicolas Cage à frente. Normalmente, ter Cage no elenco é sinal de boa bilheteria — embora não necessariamente de sucesso de crítica. Apesar de os 215 mihões de dólares arrecadados ao redor do mundo terem sido suficientes para cobrir o custo de 150 milhões de dólares, o lucro de 65 milhões ficou aquém dos padrões da gigante do entretenimento.

Publicidade

‘Planeta do Tesouro’

Para a Disney, a ideia de fazer uma caça ao tesouro interplanetária parecia excelente. Porém, os dubladores dessa animação eram pouco conhecidos, com exceção a Joseph Gordon-Levitt (A Origem). Lançado em 2002 com o custo de 140 milhões de dólares, Planeta do Tesouro  arrecadou somente 109 milhões de dólares nos cinemas do mundo todo.

Publicidade