Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dudu Camargo derruba 80% da audiência e é dispensado de rádio

Apresentador do ‘Primeiro Impacto’ do SBT estava no ar desde junho na Super Rádio de São Paulo (AM 1150), com faturamento publicitário ‘zero’

Dudu Camargo, o “pupilo de Silvio Santos”, como diz o material elaborado pelo departamento comercial da Super Rádio de São Paulo (AM 1150), foi dispensado da estação depois de registrar uma audiência 80% menor no horário que ocupava desde junho, o das 20h às 22h de segunda a sexta-feira, e faturamento publicitário “zero”, de acordo com o diretor da rádio, Luiz Carlos Patrício.

“Nas redes sociais, ele foi maravilhosamente bem, tinha 40.000 views a cada momento, Instagram e Face estourando, mas na audiência do rádio, não. A audiência caiu violentamente”, conta Patrício. “Caiu 80%. A rádio tinha cerca de 12.000 ouvintes por minuto nesse horário e hoje está em 2.000 e pouco.”

Questionado se Dudu também derrubou a receita publicitária nessa faixa, Patrício disse “lógico”. Mas, segundo o diretor, faturar não era o objetivo principal ao chamar Dudu para o elenco da rádio, mas tentar rejuvenescer e modernizar o público, o que não aconteceu. “O faturamento foi zero. Antes, a gente ainda faturava alguma coisa nesse horário, que não é o principal do AM, o horário nobre do AM é das 6h às 14h”, conta. “Mas em nenhum momento, a gente se preocupou com isso, porque a gente queria encontrar um novo caminho para a audiência, e não conseguiu.”

Para Patrício, o problema foi o conteúdo do programa, e a forma como era apresentado, por vezes de modo “apelativo” e com palavras “‘chulas”, o que desagrada ao público principal da rádio AM, o de mulheres com 25 anos ou mais. “Dudu Camargo é realmente um grande showman. Você abre o microfone e ele dá um show. Mas rádio AM são mulheres a partir de 25 anos, que não estão acostumadas com esse estilo. O programa muitas vezes chegava a ser apelativo, tinha fofocas, palavras mal colocadas, algumas chulas, um conteúdo diferente do entretenimento para dona de casa.”

Segundo Patrício, o projeto original era fazer um programa mais informativo, mais “jornalístico”, na faixa das 20h às 22h. Mas Dudu e a equipe de produção do programa foram desviando dessa proposta. “O programa passou a ser mais de entretenimento, a produção foi enveredando por esse caminho. Nós chamamos a atenção para que isso não acontecesse, mas não houve jeito.”

A equipe de produção do programa foi dispensada juntamente com Dudu. Ambos, Dudu e equipe, trabalhavam para a produtora de Cristian Gomes, o empresário com quem Dudu rompeu em agosto. A rescisão do acordo da rádio com a produtora, segundo Patrício, era uma possibilidade prevista em contrato e não implica o pagamento de multa. Também não tem ligação, segundo o diretor da Super Rádio, com a “desavença” entre Dudu e Gomes. O empresário, inclusive, continuava substituindo o “pupilo” quando ele se atrasava ou faltava, como fazia antes do rompimento com ele.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. ViP Berbigao

    Rapaz sem noção, puxando o saco de patrão retardado. Danou-se

    Curtir

  2. Fernando Silva da Cruz

    Não sei quem ainda se presta a ouvir o que esse idiota tem a dizer.

    Curtir

  3. Juntar TonTá Werneck
    Com Sabrina Çacco
    Duas Tontas E Feiosas…

    Curtir

  4. Subcelebhreshownm
    Show De Futilidades
    PéNosacco Pontocom…

    Curtir

  5. Quem Acompanha
    Esses Tontos,
    Não Tem Dinheiro,
    Não Tem Neurônios…

    Curtir

  6. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Esse cara detonou também o SBT no seu horário pela manhã. Jornal ruim e sem credibilidade alguma. Nesse horário Globo e Band dão show.

    Curtir