Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diretor de ‘Vingadores: Era de Ultron’ se diz arrependido pelo filme

Joss Whedon afirmou que o longa foi um “fracasso miserável”

O filme Vingadores: Era de Ultron, o segundo a reunir o grupo dos super-heróis da Marvel, foi um sucesso de público. O longa, lançado em 2015, arrecadou mais de 1,4 bilhão de dólares ao redor do planeta, sendo a sétima maior bilheteria global da história. Porém, nada agrada a todos e a produção não deixou nada feliz uma pessoa especifica: seu próprio diretor e roteirista, Joss Whedon, que achou a narrativa um fracasso e “absurdamente pessoal”.

LEIA TAMBÉM:

Chris Evans chegou a recusar o papel de Capitão América

‘Capitão América: Guerra Civil’ pode ter três cenas pós-créditos

Quase novo ‘Vingadores’, ‘Capitão América 3’ terá 11 heróis

Durante um debate promovido, na segunda-feira, pelo site americano IndieWire, junto com o ator Mark Ruffalo, que vive o Hulk no longa, o cineasta disse se arrepender de muitas coisas que fez no filme. “Eu criei uma narrativa que não consegui concluir e acho que fiz um desserviço ao estúdio, ao filme e a mim mesmo”, disse sobre a sequência.

Ele ainda afirmou que fracassou quando foi comandar o segundo filme, mesmo após o seu sucesso ao dirigir The Avengers: Os Vingadores (2012). “O fato que a Marvel me deu essa oportunidade duas vezes é tão doido. E o fato de que eu saí da segunda me sentindo como um fracasso miserável também é doido, mas não de um jeito bom”, disse, sobre os filmes que comandou e escreveu o roteiro. Whedon ainda afirmou que agora prepara um projeto bem diferente, sobre coisas que ele se interessa e gosta: “Não vai ter nada a ver com filmes de super-herois”, avisou.