Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diretor de ‘Jurassic Park’ responsabiliza mulheres por baixa bilheteria

Para Colin Trevorrow, 'falta vontade' por parte das cineastas de fazer blockbusters: elas prefeririam contar histórias que não envolvessem 'super-heróis, espaçonaves ou dinossauros'

Colin Trevorrow, diretor de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros, virou alvo de críticas na internet após ter dito que “falta vontade” às mulheres de dirigir um blockbuster, apelido dado a um filme de grande bilheteria, e que assim elas não colaboram para a saúde financeira dos estúdios. “Muitas das diretoras não estão interessadas em fazer longas que ajudem os negócios dos estúdios. Elas têm histórias para contar que não necessariamente envolvem super-heróis, espaçonaves ou dinossauros.”

LEIA TAMBÉM:

Jennifer Lawrence é a atriz mais bem paga – mas ganha muito menos que atores

‘Jurassic World’ empolga, mas não supera o original

Na sexta, um usuário no Twitter perguntou ao diretor se ele, caso fosse mulher, teria tido a chance de dirigir Jurassic World, longa que é o maior fenômeno de bilheteria do ano e fez com que Trevorrow fosse escalado para o episódio 9 de Star Wars. “Eu acredito que um cineasta com vontade e habilidade para fazer um blockbuster terá a chance de mostrar sua qualidade”, respondeu o cineasta.

Para Trevorrow, a falta de diretoras nas produções mais caras de Hollywood não é um “simples caso de exclusão dentro de um impenetrável sistema corporativo”. Ele explicou: “É complexo e envolve componentes raramente discutidos, como o alto nível artístico e a integridade criativa das diretoras”.

Assim que publicou a mensagem, o diretor recebeu réplicas irritadas, como a da atriz Jaime King, de Pearl Harbor (2001) e Sin City: A Cidade do Pecado (2005), que disse ser uma “infelicidade” que Trevorrow acredite nisso. “Eu acredito que há um desequilíbrio em nossa indústria que requer mudança e será feita. Se meu ponto não ficou claro, peço desculpas”, justificou o diretor.