Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Demi Moore compara Ashton Kutcher a vício: ‘O mais devastador’

Ao lado das filhas, a atriz revelou detalhes sobre a relação difícil com o ator e o impacto disso em sua recaída no consumo de álcool e drogas

Nesta segunda-feira 4, a atriz Demi Moore voltou a falar sobre o seu conturbado relacionamento com Ashton Kutcher em uma entrevista ao talk show online Red Table Talk. A atriz – que já teve problemas com abuso de substâncias – comparou a relação a um vício e revelou que os conflitos com o ex-marido impactaram, inclusive, na relação com as filhas.

“O vício e a co-dependência… Meu vício pelo Ashton provavelmente foi o mais devastador porque me sugou emocionalmente”, revelou ela, acompanhada de Rumer and Tallulah Willis, duas das três filhas que teve com o ator Bruce Willis.

Demi e Kutcher se divorciaram em 2013, depois de um casamento que durou cerca de oito anos – durante esse período, em uma viagem com o ex-marido, a atriz quebrou um jejum de álcool e drogas que teria perdurado por quase vinte anos.

“Ashton disse: ‘Eu não sei se alcoolismo é um problema, a questão é ter moderação’. Eu vivi a maior parte da minha vida sóbria e estava ótima, se tivesse seguido meu tratamento”, contou a atriz.

Questionada sobre o que a fez abandonar a sobriedade, Moore ponderou: “Eu criei essa ideia de que ele queria alguém com quem pudesse tomar um vinho e curtir, mas ele não é o motivo de eu ter aberto essa porta. Eu queria ser algo além de quem eu era, e abandonei o meu controle”.

Depois do divórcio, motivado por uma traição de Kutcher, a atriz buscou refúgio nas drogas para aliviar a dor da perda, e voltou a sofrer com o abuso de álcool e Vicodin – um opióide prescrito originalmente para dores fortes.

A recaída lhe custou a relação com as três filhas: duas delas saíram de casa e a mais nova, que viu a mãe recair pela primeira vez quando tinha 9 anos, deixou de falar com Demi.

“Ver os comportamentos dela com o Ashton durante aqueles anos… Todos tinham saído de casa e era só eu vivendo ali. Então, eu me senti esquecida e nutri uma narrativa de que ela não me amava. Eu realmente acreditava nisso”, revelou Tallulah, hoje com 25 anos. “Eu tenho 100% de certeza de que ela me ama, mas naquele momento eu estava machucada”.

Isolada e em agonia, a atriz chegou a pesar 46 quilos. Em 2012, foi levada para um hospital após fumar uma espécie sintética de maconha e inalar um gás tóxico numa festa.

“A primeira coisa que me veio à cabeça foi como eu cheguei ali. Depois de tudo o que eu passei, como cheguei a isso?”, contou ela em entrevista recente ao Good Morning America

A atriz lançou em setembro o livro Inside Out, biografia que revela detalhes de seus relacionamentos com Kutcher e Willis, além da batalha contra os vícios. A obra ainda não tem previsão de publicação no Brasil.

Confira a entrevista:

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Paulo Bandarra

    Mundo dos artistas. E depois querem ditar regras.

    Curtir

  2. Ela tem grana… ela pode!

    Curtir