Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Demi Lovato fala pela primeira vez após overdose: ‘Continuarei lutando’

"O que eu aprendi é que esta doença não é algo que desaparece com o tempo", afirmou a cantora de 25 anos em uma nota no Instagram

A cantora Demi Lovato se pronunciou publicamente pela primeira vez desde que foi internada em 24 de julho por uma overdose. Em uma postagem neste domingo (5) no Instagram, ela afirmou que continuará lutando e agradeceu a seus fãs pelo apoio.

“Eu sempre fui transparente sobre a minha jornada com o vício”, escreveu. “O que eu aprendi é que esta doença não é algo que desaparece com o tempo. É algo que eu devo continuar a superar e ainda não fiz.”

“Aos meus fãs, eu sou eternamente grata por todo seu amor e apoio durante esta última semana e além. Seus pensamentos e orações positivas me ajudaram a navegar por esses tempos difíceis”, afirmou Demi, que também agradeceu aos pais, equipe técnica e a Deus.

“Agora eu preciso de tempo para me curar e focar na minha sobriedade e no caminho para a recuperação. O amor que vocês me mostraram nunca será esquecido e estou ansiosa pelo dia em que posso dizer que saí do outro lado. Vou continuar lutando.”

A post shared by Demi Lovato (@ddlovato) on

Ex-estrela da Disney, Demi se tornou uma porta-voz na luta contra os vícios e transtornos mentais desde 2011, quando foi internada em uma clínica de reabilitação. Ela ficou sóbria por seis anos. A cantora afirmou em diversas ocasiões que tinha problemas com consumo de álcool, cocaína e analgésicos.

A cantora foi encontrada inconsciente em sua casa em 24 de junho após sofrer uma overdose. Ela precisou ser reanimada com Narcan, um antídoto usado em casos de overdose por opioides.

Em junho, Demi lançou a música Sober, em que ela revela ter tido uma recaída no processo de recuperação. Na letra, a jovem diz: “Mãe, sinto muito, não estou mais sóbria/ e pai, por favor me perdoe pela bebida que derrubei no chão. E me perdoem os fãs que novamente me viram cair/ Eu quero ser um bom modelo, mas sou apenas humana.”