Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Day McCarthy: ‘Sou racista, mas não posso controlar’

Após ofensas a Titi, autointitulada socialite diz que não planeja pedir desculpas, mas pretende procurar ajuda psicológica

Day McCarthy, que proferiu ofensas raciais contra Titi, filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, em um vídeo na internet, conversou com Roberto Cabrini em uma entrevista para o SBT. Dayane Alcântara Couto de Andrade, que se autointitula socialite, disse que não pretende pedir desculpas à família, mas que gostaria de se arrepender.

“Eu sei que estou errada. Sei que sou racista, mas é uma coisa que eu não posso controlar, é uma coisa que eu não sei como controlar, como não ser racista”, disse. “Quero sentar e ter uma conversa comigo mesma”, disse, antes de garantir que planeja procurar ajuda psicológica. “Quero saber o que passa na minha cabeça.”

Ao ser questionada se deveria pagar pelo que fez, ela diz: “Se eu for condenada, sim”. Day ainda usou a ocasião para dizer que espera que Titi, daqui a dez anos, não tenha conhecimento das ofensas ditas contra ela. O programa vai ao ar neste domingo, na Retrospectiva SBT 2017.

Histórico – No dia 26 de novembro viralizou na internet o vídeo em que Day chama Titi de macaca, enquanto destila outras ofensas. No dia seguinte, Gagliasso procurou a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, e prestou queixa contra a mulher por injúria racial.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tom Paixão : O recalque bate aqui (no meu dedo médio) e volta pra você ! 🙂 kkkkkkkkkkkkkk

    Curtir