Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

David Bowie pode ter morrido de câncer no fígado

Músico britânico nunca falou publicamente sobre a sua doença, mas teria revelado a condição que levou à sua morte a poucos amigos

David Bowie, morto neste domingo após lutar por 18 meses contra um câncer, nunca falou publicamente sobre a sua doença. Mas, segundo a imprensa europeia, o músico revelou sua condição de saúde a poucos amigos, a quem admitiu sofrer de um câncer no fígado.

O diretor de teatro belga Ivo van Hove disse, ao site de notícias dutchnews.nl, que era uma das poucas pessoas que sabia da doença de Bowie. Os dois trabalharam juntos no musical Lazarus, do qual o britânico é coautor cuja estreia aconteceu no mês passado, em Nova York. Segundo Hove, Bowie falou sobre sua condição de saúde ao explicar o motivo pelo qual não compareceria aos ensaios da peça. “Ele me disse há um ano e três meses que tinha câncer de fígado, logo após ele receber a notícia”, afirmou.

Leia também:

Tributo a David Bowie terá Cyndi Lauper e Perry Farrell

Música e cinema: conheça os filmes em que David Bowie atuou

O produtor musical Brian Eno, que trabalhou com Bowie pela última vez em 1995 durante as gravações do álbum Outside, disse ao jornal inglês The Independent que recebeu um e-mail do cantor há uma semana, no que parecia ser uma mensagem de despedida. “Foi engraçado como sempre, navegando por jogos de palavras e alusões e todas as coisas habituais que fazíamos”, disse. “Dessa vez, a mensagem encerrou com essa frase: ‘Obrigado pelos nossos bons momentos, Brian. Eles nunca vão se desfazer’. Eu percebi que ele estava dizendo adeus”.

Já o atual produtor de Bowie, Tony Visconti, sugeriu ao jornal que o cantor sabia há um ano que o seu câncer era incurável, e classificou o clipe de Blackstar, lançado na última quinta-feira, como um “presente de despedida”. Segundo Visconti, Bowie fez de sua morte uma “obra de arte”. Além disso, Wendy Leight, autor de uma biografia sobre o músico lançada em 2015, disse à BBC que o cantor, além do câncer, sofreu seis ataques cardíacos nos últimos anos.

Leia também:

Morte de David Bowie prenuncia o fim da música do século XX

‘Traduzo em música o tempo em que vivo’, disse cantor a VEJA

Novo disco de Bowie chega ao topo das paradas britânicas

‘Starman’

Lançada em 1972, no disco The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars, a faixa é de causar arrepios nos mais nostálgicos. O álbum é considerado um marco na cultura pop e fez de Bowie um dos poucos a mesclar música, moda e performance artística. 

‘Changes’

A canção do disco Hunky Dory marca a estreia do músico na parada americana Billboard Hot 100, em 1972. 

‘Fame’

Ao longo da carreira, o músico britânico emplacou duas músicas no primeiro lugar da disputada parada Billboard Hot 100. Fame, do disco Young Americans, de 1975, foi a primeira. 

‘Rebel Rebel’

Faixa do disco Diamond Dogs, de 1974, a música é considerada a despedida de Bowie do movimento rock glam, popularizado por ele.

‘Young Americans’

A canção, parte do disco de mesmo nome, lançado em 1975, possui forte influência da música negra americana, estilo que ganhou o apelido de ‘plastic soul’ por Bowie. 

‘Heroes’

A música que dá título ao disco lançado em 1977 é parte da “trilogia de Berlim” (formada porLow, Heroes e Lodger), discos gravados na época que o músico vivia na cidade alemã. Heroes se tornou uma das mais famosas na voz de Bowie e ganhou diversos covers, entre eles de músicos como Oasis e Bon Jovi.

‘Fashion’

O single do álbum Scary Monsters (and Super Creeps), de 1980, foi um dos primeiros a ser lançado pelo músico após a trilogia Berlim, e traz um som ainda mais dançante, com uma forte batida eletrônica. 

‘Under Pressure’

A música lançada em parceria com a banda Queen, em 1981, se tornou um hit no mundo, especialmente no Reino Unido, onde ela conquistou o topo da parada UK Singles Chart.

‘Let’s Dance’

Parte do disco que leva o mesmo nome, lançado em 1983, Let’s Dance foi a segunda faixa de Bowie a conquistar o primeiro lugar na parada americana Billboard Hot 100. 

‘The Next Day’

A música é parte do disco de mesmo nome, lançado em 2013. O álbum foi um dos mais bem sucedidos de Bowie na parada americana até hoje, chegando ao segundo lugar dos mais vendidos. No total, o músico emplacou 39 discos entre os mais populares da Billboard

(Da redação)